settings icon
share icon
Pergunta

Como posso saber se estou sendo chamado para pregar?

Resposta


Não há dúvida de que a pregação é uma vocação nobre e importante para Deus (1 Timóteo 3:1-7; Tiago 3:1; Efésios 4:11-16). Pregar não é simplesmente um preenchimento de tempo durante o culto de adoração, nem é o compartilhamento de experiências pessoais, não importa quão emocionantes sejam. Nem é uma “palestra” bem organizada, projetada para dar uma série de passos para uma vida melhor. A pregação, como registra o apóstolo Paulo, é o meio pelo qual a verdade vivificante do evangelho de Jesus Cristo é transmitida. As palavras do pregador devem ser fiéis à Palavra de Deus, que é “o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Romanos 1:16). A admoestação de Paulo ao jovem pastor Timóteo enfatiza a prioridade da pregação: “Diante de Deus e de Cristo Jesus… peço a você com insistência que pregue a palavra” (2 Timóteo 4:1–2). Portanto, não há dúvida de que a pregação da Palavra é de importância primordial para Deus. Qualquer pessoa que esteja considerando entrar no ministério como pregador também deve ver a Palavra de Deus como prioridade número um.

No entanto, como alguém pode ter certeza de que foi chamado para pregar? Os indicadores subjetivos estão em primeiro lugar. Se um homem tem um desejo ardente de pregar - um desejo que não pode ser negado - isso é uma boa indicação de um “chamado” de Deus. O apóstolo Paulo e o profeta Jeremias do Antigo Testamento tiveram o mesmo desejo de comunicar a Palavra de Deus. Paulo disse: “Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho!” (1 Coríntios 9:16). Essa “obrigação” a pregar significa ser levado adiante por uma compulsão irresistível e inegável de fazê-lo. Jeremias descreveu a compulsão como um “fogo ardente” (Jeremias 20:8–9) que não podia ser sufocado. Tentar contê-lo o deixou cansado.

Os indicadores objetivos do chamado de Deus para pregar estão em segundo lugar. Se a resposta aos primeiros esforços de pregação for positiva, esta é uma boa indicação de que o pregador em perspectiva tem o dom de didaktikos, o dom de ensino, do Espírito Santo (Efésios 4:11). Cada pregador deve ser, antes de mais nada, um professor da Palavra de Deus, transmitindo-a de forma clara e concisa e fazendo uma aplicação pessoal aos ouvintes. Os líderes da igreja geralmente são os melhores determinantes para saber se um homem tem esse dom. Se concordarem que sim, o candidato a pregador deve então ser examinado pela liderança quanto ao seu caráter, conforme descrito nos requisitos para presbíteros em 1 Timóteo 3 e Tito 1. Essas duas afirmações da igreja são outra indicação do chamado de Deus.

Finalmente, todo o processo deve ser feito em oração a cada passo do caminho. Se Deus está realmente chamando um homem para pregar, Ele o confirmará de várias maneiras. Se você sente que está sendo chamado para pregar, busque a face de Deus e peça a Ele por mais oportunidades e mais confirmações, tanto internas quanto externas. Peça também que Ele torne evidente se não for a Sua vontade continuar. Anime-se com o fato de que Deus está soberanamente no controle de todas as coisas e operará “todas as coisas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28). Se Ele o chamou para pregar, esse chamado não será negado.

English



Voltar à página principal em português

Como posso saber se estou sendo chamado para pregar?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries