O que a Bíblia diz sobre ser um bom aluno?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre ser um bom aluno?"

Resposta:
O chamado geral das Escrituras para levar uma vida santa e justa se aplica aos estudantes como a todos os cristãos. Embora Colossenses 3:23 tenha sido escrito para escravos, o princípio vale para os estudantes e para qualquer outra pessoa que se depare com uma tarefa: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens”.

Nosso Senhor Jesus fornece um exemplo de ser um bom aluno. Lucas resume a infância de Jesus com um versículo: “E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens” (Lucas 2:52). Em qualquer educação formal que Jesus recebeu, Ele respondeu com crescimento. Ele aprendeu - e crescimento e aprendizado devem ser o objetivo básico de todo estudante.

A Escritura também contém algumas referências específicas para alunos, das quais podemos aprender. Mateus 10:24 relata as palavras de Jesus que “O discípulo não está acima do seu mestre, nem o servo, acima do seu senhor.” Jesus disse isso no contexto de advertir Seus discípulos sobre a perseguição; Jesus havia sido difamado e os discípulos seriam também. Entretanto, também podemos tirar disso que ser um bom aluno envolve reconhecer a autoridade. Alunos que têm pouco respeito por seus professores ou que adotam uma atitude de que as “regras não se aplicam a mim” estão prejudicando a sua própria capacidade de aprender.

Em outra passagem, Jesus diz: “O discípulo não está acima do seu mestre; todo aquele, porém, que for bem instruído será como o seu mestre” (Lucas 6:40). Jesus estava falando sobre julgar os outros e os cegos guiando os cegos. Mas uma aplicação dessas palavras é que os alunos devem escolher seus mestres cuidadosamente porque o treinamento naturalmente leva à emulação de um professor.

Um outro princípio bíblico de ser um bom aluno é a autodisciplina. O livro de Provérbios nos instrui a colocar nossas atitudes e ações sob controle no processo de aprendizado. Em Provérbios 2, nós, como estudantes de sabedoria, precisamos querer aprender (versículos 2–3), entender o valor da sabedoria (versículo 4), buscar a ajuda do Senhor (versículos 6–8) e discernir (versículos 12–15).

Alunos em tempo integral são essencialmente "funcionários" de seus professores, e podem olhar para a sua escolaridade como um emprego. Em vez de serem pagos monetariamente, os estudantes recebem uma compensação na forma de conhecimento e habilidade. Ao ver a escola dessa maneira, o aluno deve cultivar os princípios divinos que regem o trabalho: um bom aluno demonstrará responsabilidade, confiabilidade, prontidão, indústria, perseverança, iniciativa, etc.

É claro que, às vezes, há uma diferença entre ser um bom aluno e tirar boas notas, e o boletim nem sempre reflete a quantidade de aprendizado. Há bons alunos que, infelizmente, ganham notas baixas, e há alunos pobres que sabem o que fazer para receber boas notas. Ser um bom aluno trata-se mais de se submeter à autoridade, ser autodisciplinado, manter uma ética de trabalho piedosa e ter sabedoria. Isso leva a uma vida santa e criteriosa que glorifica o Senhor.

Todos nós devemos ser bons estudantes da Palavra de Deus, visto que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Timóteo 3:16). Além disso, a memorização e aplicação da lei de Deus podem nos afastar do pecado (Salmo 119:7, 11).

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre ser um bom aluno?

Assine a pergunta da semana