settings icon
share icon
Pergunta

Devemos ser batizados no nome de Jesus (Atos 2:38) ou no nome do Pai, Filho e Espírito Santo (Mateus 28:19)?

Resposta


No dia de Pentecostes, Pedro disse à multidão: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo" (Atos 2:38). Sua ordem a respeito do batismo era que fosse feito "em nome de Jesus Cristo". Anteriormente, Jesus disse a Seus discípulos para batizar discípulos “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19). A diferença de palavras tem levado muitos a perguntar: “Qual é a fórmula correta? Devemos batizar no nome do Pai, Filho e Espírito Santo; ou devemos batizar apenas no nome de Jesus?”

Uma explicação aponta para o fato de que o Pai, o Filho e o Espírito são "três em um". Ser batizado em nome de uma pessoa da Trindade é o mesmo que ser batizado em nome de todas as três. Mas existe uma explicação mais provável, que leva em consideração o público de cada comando.

Quando Jesus deu a Grande Comissão, Ele estava enviando Seus seguidores a todo o mundo para fazer discípulos “de todas as nações” (Mateus 28:19). No mundo pagão, eles encontrariam aqueles que não sabiam absolutamente nada sobre o Deus Único e Verdadeiro, pessoas idólatras que estavam “não tendo esperança, e sem Deus no mundo” (Efésios 2:12). Ao pregar o evangelho a essas pessoas, os apóstolos necessariamente teriam que incluir o ensino sobre como Deus é, inclusive Sua natureza trina. (Observe com que informações básicas Paulo começa seu discurso aos atenienses em Atos 17.) Aqueles que receberam o evangelho e foram batizados estariam se convertendo a um sistema religioso totalmente diferente e abraçando uma nova compreensão de quem é Deus.

Em contraste, Pedro estava falando no Dia de Pentecostes ao fiel povo judeu que já tinha uma compreensão de Deus Pai e do Espírito de Deus. A parte da equação que faltava era Jesus, o Filho de Deus - e sem Jesus, não poderiam ser salvos (Atos 4:12). Ao apresentar o evangelho aos judeus, Pedro ordena que fossem batizados em nome de Jesus; isto é, exercer fé nAquele que crucificaram. Eles haviam professado o Pai e o Espírito, mas precisavam professar o Filho. Aqueles que receberam o evangelho naquele dia se dedicaram ao senhorio de Jesus. Eles não O rejeitaram mais, mas O reconheceram como seu Messias e única esperança de salvação.

Devemos provavelmente considerar que a fórmula padrão para o batismo cristão é no nome do Pai, Filho e Espírito Santo. A ênfase de Pedro no nome de Jesus é compreensível, visto que estava falando com os mesmos judeus que antes rejeitaram e negaram Jesus como seu Messias.

A mensagem do evangelho ainda está transformando vidas hoje. Aqueles que colocam sua fé em Jesus Cristo ainda recebem o dom do Espírito Santo do Pai. E o batismo nas águas ainda é o método ordenado por Deus para fazer profissão pública de nossa fé, identificando-nos com a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo.

English



Voltar à página principal em português

Devemos ser batizados no nome de Jesus (Atos 2:38) ou no nome do Pai, Filho e Espírito Santo (Mateus 28:19)?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries