settings icon
share icon
Pergunta

O que significa que a Bíblia é autoautenticada?

Resposta


O raciocínio circular é um argumento no qual uma pessoa começa com o ponto que está tentando provar. Cristãos bem-intencionados que buscam provar que a Bíblia é a Palavra de Deus costumam usar essa falácia. Por exemplo, uma pessoa pode dizer: “A Bíblia é verdadeira porque diz que vem de Deus”. Embora o argumento seja verdadeiro, não é um argumento lógico válido, porque usa a conclusão para provar sua conclusão.

Em contraste, dizer que algo é autoautenticado é dizer que é verdade sem oferecer provas adicionais. Um bom exemplo é um documento notarizado. Um documento notarizado, ou com firma reconhecida, pode ser apresentado como prova em um tribunal porque já foi autenticado como verdadeiro em outro contexto. Alguns afirmam que a Bíblia é autoautenticada no mesmo sentido, porque foi provada por outros meios, como a história externa ou a arqueologia. Embora isso seja verdade até certo ponto, não é verdade no mesmo sentido que um documento autenticado.

Para mostrar que a Bíblia é autoautenticada, podemos ver algumas maneiras pelas quais a Bíblia possa ser demonstrada como verdadeira por meios externos. Existem dois meios de raciocínio lógico - o raciocínio dedutivo e o raciocínio indutivo. O raciocínio dedutivo usa as premissas de um argumento para provar que a conclusão é certa e inegavelmente verdadeira, como 2 + 2 = 4. O raciocínio indutivo, em vez disso, compila evidências para mostrar a probabilidade de uma conclusão verdadeira. Esta é a melhor opção para argumentar sobre a exatidão das Escrituras.

Para fornecer evidência indutiva da confiabilidade da Bíblia, você pode oferecer muitas linhas de evidência para aumentar a probabilidade de que seja verdade. Isso pode incluir a história externa que apoia os eventos da Bíblia, a arqueologia, manuscritos antigos, a qualidade do acordo entre os manuscritos e outras linhas de evidência. Esses meios podem fornecer amplo apoio para mostrar que a Bíblia é confiável e precisa; no entanto, a visão de que a Bíblia é inerrante é baseada em um argumento teológico.

Falando biblicamente, as Escrituras afirmam que a Bíblia é inspirada por Deus (2 Timóteo 3:16-17). Se é inspirada por Deus, e Deus é perfeito, as Escrituras devem ser perfeitas (Salmo 19). Outra maneira de dizer isso é que Deus é verdadeiro (Romanos 3:4) e inspirou as Escrituras (2 Timóteo 3:16-17); portanto, as Escrituras são verdadeiras. Muitos têm argumentado, a partir dessas e de outras passagens, que a Bíblia se autoautentica, que se prova verdadeira em suas próprias palavras. No entanto, esta é uma dedução baseada nas próprias Escrituras e é inaceitável para qualquer pessoa que ainda não concorde com a exatidão da Bíblia.

Embora um crente que esteja compartilhando com um cético da Bíblia deva estar ciente dessas questões, é importante usar evidências com um cético que ele aceitaria como confiáveis. Esta abordagem fornecerá uma base comum para discussão que poderá levar a uma consideração mais aprofundada da confiabilidade da Bíblia sem fazer suposições rejeitadas pelos descrentes.

English



Voltar à página principal em português

O que significa que a Bíblia é autoautenticada?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries