settings icon
share icon
Pergunta

O que é a apologética evidencialista (evidencialismo)?

Resposta


A apologética evidencialista (ou apologética evidencial) é um método da apologética cristã que enfatiza as evidências positivas em favor da verdade do Cristianismo. A característica distintiva da apologética evidencialista é sua abordagem de uma só etapa para estabelecer o teísmo cristão. Os evidencialistas utilizam evidências e argumentos de várias áreas, tais como a arqueologia, profecias messiânicas cumpridas e, especialmente, milagres.

Diferentemente da apologética clássica, o apologista evidencialista acredita que a ocorrência de milagres atua como uma evidência da própria existência de Deus. Desta forma, o evidencialista não acredita que os argumentos filosóficos e científicos para a existência de Deus devam logicamente preceder os argumentos de milagres para estabelecer o Cristianismo bíblico. No entanto, o evidencialista não se opõe ao uso da teologia natural para ajudar a confirmar a existência de Deus. Esses argumentos são uma arma importante no arsenal do evidencialista, pois ajudam a fundamentar a defesa do Cristianismo, dando mais confirmação de que Deus existe, e que Ele criou e projetou nosso universo. Os evidencialistas simplesmente não acreditam que tais argumentos devam ser apresentados antes de passar pelas evidências dos milagres. Desta forma, o evidencialista pode argumentar a favor do teísmo e do teísmo cristão ao mesmo tempo, sem ter que primeiro estabelecer a existência de Deus. Tal abordagem pode ser benéfica no evangelismo pessoal, onde o tempo pode ser mínimo.

Os evidencialistas normalmente colocam uma forte ênfase nas evidências de milagres, especialmente a ressurreição corporal de Jesus Cristo. Os evidencialistas recorrem a numerosas linhas de evidência para estabelecer a historicidade das aparições post-mortem do Jesus ressuscitado, bem como a descoberta de Seu túmulo vazio. Ênfase adicional é frequentemente colocada em refutar teorias naturalistas que tentam explicar as evidências da ressurreição de Cristo. Uma vez que a ressurreição tem sido estabelecida, o próprio entendimento de Jesus (e de Seus apóstolos) deste evento se torna a estrutura interpretativa adequada através da qual entendemos seu significado. Antes de Sua crucificação, Jesus disse que Sua vindoura ressurreição validaria Suas afirmações (Mateus 12:38-40, 16:1-4). O apóstolo Paulo declarou que a ressurreição de Cristo foi a vindicação de Deus da divindade de Cristo (Romanos 1:3-4). No livro de Atos, o apóstolo Pedro afirmou que a ressurreição corporal de Jesus foi o endosso de Deus ao ministério público de Jesus (Atos 2:23-32). Quando considerada neste contexto, a ressurreição corporal torna-se a validação primária das próprias afirmações radicais de Jesus sobre Si mesmo e a vindicação da mensagem de salvação de Jesus.

English



Voltar à página principal em português

O que é a apologética evidencialista (evidencialismo)?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries