settings icon
share icon
Pergunta

Como devo responder a um amor não correspondido?

Resposta


O amor não correspondido é o assunto de muitos romances, programas de televisão e filmes, e a maioria das pessoas experimenta um ou dois episódios de amor não correspondido em sua vida. O amor não correspondido pode começar como paixões infantis nos anos mais jovens, mas no início da idade adulta, esses sentimentos podem ser esmagadoramente fortes, levando a noivados rompidos, casos de traição e depressão. Os cristãos não estão isentos de experimentar o amor não correspondido, então como devemos responder quando isso acontece?

Em primeiro lugar, precisamos entender que o amor não correspondido é uma perda. Precisamos aceitar o fato de que, quando amamos alguém que não nos ama de volta, sofremos com isso. O sofrimento é uma emoção poderosa, mas é uma parte necessária da cura de um coração ferido. Há perdas que trazem uma tremenda dor pessoal, ampliada pelo fato de nem sempre nos sentirmos à vontade para falar sobre elas. Aqueles que sofrem a morte de um ente querido geralmente são cercados e apoiados por amigos e familiares solidários. Eles podem discutir abertamente a sua perda e encontrar compaixão e empatia. Mas quando a nossa perda é privada, como um aborto espontâneo, uma falha moral ou um amor não correspondido, muitas vezes sofremos sozinhos.

O luto por um amor não correspondido é semelhante ao luto pela perda de um filho que não chegou a nascer. Estamos tristes por causa do que poderia ter sido. Somos forçados a abrir mão de um lindo sonho que nunca se tornará realidade. Também sofremos com os sentimentos de rejeição e indignidade que vêm com o amor não correspondido. Leva tempo para curar um coração partido, assim como leva tempo para curar uma lesão física. No entanto, eventualmente, podemos ficar em paz com o fato de que as coisas nunca serão o que queríamos que fossem.

Uma vez que a dor inicial tenha diminuído, podemos continuar encontrando a cura ao transformarmos a nossa tristeza em ação de graças. Há uma razão pela qual o amor que tínhamos por alguém não foi correspondido, então podemos agradecer ao Senhor que Ele nos protegeu de um casamento inadequado. Claramente, o relacionamento não era para ser, então podemos transformar um coração pesado em um coração agradecido, reconhecendo que fomos impedidos de cometer um grande erro. Devemos dar graças em todas as situações, não porque Deus precisa de nossos agradecimentos, mas porque é algo que precisamos dar (1 Tessalonicenses 5:18). Dar graças, mesmo quando estamos sofrendo, mantém nossos corações no relacionamento correto com Deus. Isso nos lembra que Ele ainda está no comando e tem um plano (veja Isaías 46:9–11).

Devemos estar atentos para não transformar o amor não correspondido em uma declaração sobre nosso próprio valor como pessoa. Sentimentos de rejeição são normais, mas não podemos permanecer neles. Embora a tristeza e a decepção sejam saudáveis e temporárias, Satanás gostaria que a baixa autoestima se tornasse a nossa nova identidade. Ele nos sugere que, já que essa pessoa não nos amou, ninguém jamais amará; somos, de fato, não amáveis. E Satanás apontará muitas “provas” de nossa indignidade. Precisamos reconhecer suas táticas e rejeitar intencionalmente suas mentiras (2 Coríntios 10:5). Podemos substituir as mentiras de Satanás pela verdade de Deus. Fazer isso pode nos ajudar a aceitar verdades como estas e mantê-las à vista:

• Sou tão amado por Deus que Ele deu o Seu Filho por mim (João 3:16).

• É Deus quem está trabalhando em mim, moldando-me do jeito que Ele quer que eu seja (Filipenses 2:13).

• Todas as coisas (mesmo isso) cooperarão para o bem se eu amar a Deus e desejar o Seu propósito em minha vida (Romanos 8:28).

• Deus está perto de mim quando estou sofrendo e até agora está curando o meu coração (Salmo 34:18).

• Deus suprirá todas as minhas necessidades, mesmo por amor, então estou confiando que Ele fará isso (Filipenses 4:19).

Mais importante ainda, precisamos seguir em frente. O amor não correspondido deixa uma dor que dura por um tempo, mas não precisamos ficar visitando-a em nossos pensamentos. Nós dizemos adeus e então colocamos nossos olhos em tudo que Deus tem para nós no futuro. Haverá outros amores, outras oportunidades, outras pessoas sobre as quais nada sabemos agora. Haverá reviravoltas, surpresas e alegrias, e precisamos preparar nossos corações para receber todas elas. Filipenses 3:13-14 pode ser o mantra daqueles que se recuperam de um amor não correspondido: “Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

English



Voltar à página principal em português

Como devo responder a um amor não correspondido?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries