O que é o amor ágape?


Pergunta: "O que é o amor ágape?"

Resposta:
A palavra grega ágape é frequentemente traduzida como “amor” no Novo Testamento. Como é o amor ágape diferente dos outros tipos de amor? A essência do amor ágape é boa vontade, benevolência e deleite intencional no objeto do amor. Ágape não é usado no Novo Testamento para se referir ao amor romântico ou sexual. Também não se refere à amizade íntima ou amor fraternal, para o qual a palavra grega philia é usada. O amor ágape envolve fidelidade, compromisso e um ato da vontade. Distingue-se dos outros tipos de amor pela sua elevada natureza moral e caráter forte. O amor ágape é maravilhosamente descrito em 1 Coríntios 13.

Fora do Novo Testamento, a palavra ágape é usada em vários contextos, mas no Novo Testamento assume um significado distinto. Ágape é usado para descrever o amor que se origina em Deus e é de Deus, cuja própria natureza é o amor em si: "... Deus é amor" (1 João 4:8). Deus não apenas ama; Ele é o amor em si. Tudo o que Deus faz flui do Seu amor. Ágape também é usado para descrever nosso amor por Deus (Lucas 10:27), o fiel respeito de um servo a seu mestre (Mateus 6:24) e o apego de um homem a esse mundo (João 3:19).

O tipo de amor que caracteriza Deus não é um sentimento puramente emocional como o que costumamos ver sendo retratado. Deus ama porque essa é a Sua natureza e a expressão do Seu ser. Ele ama os que não são amáveis e os que não amam, não porque merecemos ser amados ou por causa de qualquer excelência que possuímos, mas porque é da Sua natureza amar e Ele deve ser fiel à Sua natureza.

O amor ágape é sempre mostrado pelo que faz. O amor de Deus é exibido mais claramente na cruz. "Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, - pela graça sois salvos" (Efésios 2:4-5) . Não merecemos tal sacrifício, “mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Romanos 5:8). O amor ágape de Deus é imerecido, gracioso e está constantemente buscando o benefício daqueles que Ele ama. A Bíblia diz que somos os recebedores indignos do Seu amor ágape (1 João 3:1). O amor ágape de Deus culminou com o sacrifício do Filho de Deus por aqueles que Ele ama (João 3:16-18).

Devemos amar os outros com amor ágape, sejam eles irmãos crentes (João 13:34) ou inimigos amargos (Mateus 5:44). Jesus deu a parábola do Bom Samaritano como um exemplo de sacrifício pelo bem dos outros, mesmo por aqueles que talvez não se importem conosco de forma alguma. O amor ágape, tal como modelado por Cristo, não é baseado em um sentimento; ao contrário, é um ato determinado da vontade, uma decisão alegre de colocar o bem-estar dos outros acima do nosso.

O amor ágape não é algo que podemos oferecer naturalmente. Por causa de nossa natureza decaída, somos incapazes de produzir tal amor. Se quisermos amar como Deus ama, esse amor - aquele agape - só pode vir da sua Fonte. Este é o amor que “é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado” quando nos tornamos Seus filhos (Romanos 5:5; cf. Gálatas 5:22). “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos” (1 João 3:16). Por causa do amor de Deus para conosco, somos capazes de amar uns aos outros.

English
Voltar à página principal em português

O que é o amor ágape?

Assine a pergunta da semana