settings icon
share icon
Pergunta

O que a Bíblia tem a dizer sobre a adoção gay?

Resposta


A Bíblia tem muitas coisas positivas a dizer sobre a adoção em geral, mas condena universalmente a homossexualidade como um pecado imoral e antinatural contra Deus. A prática moderna de adoção gay/lésbica/homossexual não é mencionada nas Escrituras, mas o fator homossexual não pode ser ignorado. A adoção gay trata uma “família” gay como igual a uma família heterossexual, e isso viola o modelo bíblico da unidade familiar ordenado por Deus.

Algumas pessoas apoiam a ideia da adoção gay apontando para as necessidades das crianças em listas de espera para adoção – ter pais gays é melhor do que não ter nenhum pai, assim raciocinam. Mas não há como contornar esses dois fatos: a homossexualidade é uma perversão do projeto de Deus e um casal homossexual não pode formar uma “família”, de acordo com a definição de Deus do que constitui uma família (veja Gênesis 1:28; 2:24). Além disso, a maior necessidade de uma criança não é necessariamente ter dois pais; a maior necessidade de uma criança é ser cuidada de maneira piedosa e estimulante e ter modelos piedosos em sua vida.

O desígnio de Deus para a família é que os filhos cresçam em um ambiente estável e amoroso, proporcionado por um homem e uma mulher em um relacionamento comprometido e duradouro. Esse projeto é visto claramente na criação de Adão e Eva por Deus e na ordem de Deus para que tivessem filhos. O mesmo desígnio também é visto na escolha de Deus de confiar Seu Filho a uma unidade familiar; Deus impediu José de se divorciar de Maria (Mateus 1:19–20), preservando assim a família nuclear de marido, esposa e filho.

Estamos dizendo que a adoção deva ser restrita a famílias nucleares estáveis? Absolutamente não. A Bíblia não aborda diretamente a questão de quem deve ser autorizado a adotar. Assim, embora possamos descrever a situação adotiva ideal com base na Bíblia, não podemos apoiar biblicamente a adoção restrita a esse ideal.

Os cristãos devem ser defensores da adoção gay? Com base no que a Bíblia diz sobre a homossexualidade, a resposta tem que ser não. A homossexualidade é uma perversão da própria natureza do que uma família deveria ser. Os cristãos não devem apoiar algo que contradiz diretamente a vontade de Deus.

Ao mesmo tempo, os cristãos devem ser conhecidos como pessoas que adotam. A vida cristã deve ser uma jornada sacrificial de encontrar maneiras de alcançar outros com o evangelho. Esvaziar orfanatos e crianças em listas de espera através da adoção e, em seguida, criá-las “na disciplina e na admoestação do Senhor” (Efésios 6:4) seria a coisa cristã a fazer.

English



Voltar à página principal em português

O que a Bíblia tem a dizer sobre a adoção gay?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries