O que significa que o Verbo se fez carne (João 1:14)?



 

Pergunta: "O que significa que o Verbo se fez carne (João 1:14)?"

Resposta:
O termo verbo ou palavra é usado de maneiras diferentes na Bíblia. No Novo Testamento, há duas palavras gregas traduzidas como "verbo" ou “palavra”: rhema e logos. Elas têm significados ligeiramente diferentes. Rhema normalmente significa "uma palavra falada." Por exemplo, em Lucas 1:38, quando o anjo disse a Maria que ela seria a mãe do Filho de Deus, Maria respondeu: "Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra [rhema]".

Logos, no entanto, tem um significado mais amplo e mais filosófico. Este é o termo usado em João 1. Ele geralmente implica uma mensagem total e é utilizado principalmente em referência à mensagem de Deus para a humanidade. Por exemplo, Lucas 4:32 diz que, quando Jesus ensinava o povo, "muito se maravilhavam da sua doutrina, porque a sua palavra [logos] era com autoridade." As pessoas ficaram surpresas não apenas pelas palavras específicas que Jesus escolheu, mas por sua mensagem total.

"O Verbo" (Logos) em João 1 está se referindo a Jesus. Jesus é a mensagem completa - tudo que Deus quer comunicar ao homem. O primeiro capítulo de João nos dá um vislumbre do relacionamento Pai/Filho antes de Jesus vir à terra em forma humana. Ele preexistiu com o Pai (versículo 1), Ele estava envolvido na criação de tudo (versículo 3), e Ele é a "luz dos homens" (versículo 4). A Palavra (Jesus) é a incorporação completa de tudo o que é Deus (Colossenses 1:19; 2: 9; João 14: 9). Entretanto, Deus Pai é Espírito. Ele é invisível ao olho humano. A mensagem de amor e redenção que Deus falou por meio dos profetas passou por despercebida por séculos (Ezequiel 22:26; Mateus 23:37). As pessoas achavam fácil ignorar a mensagem de um Deus invisível e continuaram em seu pecado e rebelião. Então a Mensagem se fez carne, assumiu a forma humana e veio habitar entre nós (Mateus 1:23; Romanos 8:3; Filipenses 2: 5-11).

Os gregos usaram a palavra logos para se referir a sua "mente", "razão" ou "sabedoria". João usou este conceito grego para comunicar o fato de que Jesus, a Segunda Pessoa da Trindade, é a auto-expressão de Deus ao mundo. No Antigo Testamento, a palavra de Deus trouxe o universo à existência (Salmo 33:6) e salvou os necessitados (Salmo 107:20). No capítulo 1 do seu Evangelho, João está apelando tanto aos judeus quanto aos gentios para que recebam o Cristo eterno.

Jesus contou uma parábola em Lucas 20:9-16 para explicar por que a Palavra tinha que se tornar carne. "Certo homem plantou uma vinha, arrendou-a a lavradores e ausentou-se do país por prazo considerável. No devido tempo, mandou um servo aos lavradores para que lhe dessem do fruto da vinha; os lavradores, porém, depois de o espancarem, o despacharam vazio. Em vista disso, enviou-lhes outro servo; mas eles também a este espancaram e, depois de o ultrajarem, o despacharam vazio. Mandou ainda um terceiro; também a este, depois de o ferirem, expulsaram.

“Então, disse o dono da vinha: Que farei? Enviarei o meu filho amado; talvez o respeitem. Vendo-o, porém, os lavradores, arrazoavam entre si, dizendo: Este é o herdeiro; matemo-lo, para que a herança venha a ser nossa. E, lançando-o fora da vinha, o mataram. Que lhes fará, pois, o dono da vinha? Virá, exterminará aqueles lavradores e passará a vinha a outros.”

Nesta parábola, Jesus estava lembrando os líderes judeus de que haviam rejeitado os profetas e agora estavam rejeitando o Filho. O Logos, a Palavra de Deus, ia agora ser oferecido a todos, não apenas aos judeus (João 10:16; Gálatas 2:28; Colossenses 3:11). Porque o Verbo se fez carne, temos um sumo sacerdote que é capaz de compreender as nossas fraquezas, alguém que foi tentado em todos os sentidos, assim como nós somos – entretanto, Ele não pecou (Hebreus 4:15).


Voltar à página principal em português

O que significa que o Verbo se fez carne (João 1:14)?