GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que é o traducianismo?"

Resposta:
O traducianismo é a crença de que, na concepção, tanto o corpo da criança quanto a sua alma ou espírito são transmitidos pelos pais. Em outras palavras, a criança herda os aspectos materiais e imateriais de seu ser de seus pais biológicos.

Uma visão diferente é o criacionismo, que afirma que Deus cria uma nova alma ex nihilo para cada criança concebida. Tanto o traducianismo quanto o criacionismo têm seus pontos fortes e fracos, e ambos têm sido defendidos por vários teólogos do passado. Há uma terceira visão, não apoiada de forma alguma pela Bíblia, que apresenta a teoria de que Deus criou todas as almas humanas ao mesmo tempo, antes de Adão em Gênesis 1. No momento da concepção, Deus atribui uma alma ao corpo da criança.

Alguns encontram suporte bíblico para o traducianismo na narrativa da criação. Gênesis 2:7 diz que “formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.” Isso nos diz que Adão não era apenas um ser físico, com um corpo, mas também tinha uma parte imaterial feita à imagem de Deus (Gênesis 1:27) - ele tinha espírito e personalidade. A Escritura em nenhum lugar registra Deus fazendo isso novamente. Na verdade, Gênesis 2:2-3 indica que Deus cessou Seu trabalho criativo. Mais tarde, Adão "gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem" (Gênesis 5:3) - o texto é semelhante ao usado para a criação de Adão em Gênesis 1:26. E, assim como Adão, Sete tinha um corpo e uma alma.

O Salmo 51:5 diz: "Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe." Desde o momento da concepção, Davi tinha uma natureza pecaminosa. Observe as palavras eu e me; isso indica que Davi se considerava uma pessoa completa (corpo e espírito) na concepção. O traducianismo ajuda a explicar como Davi poderia ter possuído uma natureza pecaminosa na concepção - seu espírito/alma foi herdado de seu pai, o qual herdou seu espírito/alma de seu pai e assim por diante, até o pecador Adão.

Outra passagem usada para apoiar o traducianismo é Hebreus 7:9-10, que diz: “E, por assim dizer, também Levi, que recebe dízimos, pagou-os na pessoa de Abraão. Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.” Levi é considerado “no corpo” de seu ancestral, mesmo antes da concepção. Dessa forma, Levi pagou dízimos a Melquisedeque por meio de seu avô Abraão.

Geralmente é fácil rastrear cabelos ruivos ou sardas através da linhagem do pai ou da mãe. As características físicas podem pular uma geração, mas eventualmente aparecem. Falamos da mesma forma sobre traços de personalidade: “Ah, não, ele tem o meu temperamento”; “Ela tem a disposição do pai”; “Ele tem o amor de sua mãe pelos animais.” Não há nenhum gene para o qual possamos apontar que explique a alma, mas comumente vemos evidências de personalidade herdada dos pais. Será que isso poderia ser o resultado dos pais passando a alma, bem como o corpo, na concepção? A Escritura não afirma ou nega claramente o traducianismo.