GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a solidão?"

Resposta:
Estar sozinho e ser solitário são duas coisas diferentes. Pode-se ficar sozinho sem ser solitário, e pode-se ser solitário em uma sala lotada. A solidão é, portanto, um estado de espírito, uma emoção provocada por sentimentos de separação de outros seres humanos. A sensação de isolamento é profundamente sentida pelos que estão solitários. A palavra hebraica traduzida como "desolado" ou "solitário" no Antigo Testamento significa "somente um, aquele que é solitário, abandonado, miserável". Não há tristeza mais profunda que venha à mente do que a ideia de que estamos sozinhos no mundo, que não temos um amigo, que ninguém se importa conosco, que ninguém está preocupado com nada que possa nos acontecer, ou que ninguém se importaria se morrêssemos.

Ninguém sentiu solidão mais intensamente do que Davi. Em uma série de sinceros apelos a Deus, Davi clamou em sua solidão e desespero. Seu próprio filho levantou-se contra ele, os homens de Israel o perseguiram, e Davi foi forçado a fugir da cidade e deixar sua casa e família. Solitário e aflito (Salmo 25:16), seu único recurso era voltar-se para Deus e pedir por Sua misericórdia e intervenção (Salmo 25:16-21) porque sua única esperança estava em Deus. É interessante notar que a palavra "solitário" nunca é usada no Novo Testamento para descrever pessoas. No Novo Testamento, a palavra "solitário" só ocorre duas vezes e ambas se referem a lugares desolados (Marcos 1:45; Lucas 5:16), onde Jesus foi para o deserto para ficar sozinho.

Seja qual for a causa da solidão, para o cristão a cura é sempre a mesma - a consoladora comunhão de Cristo. Esse relacionamento amoroso com o nosso Mestre tem tranquilizado e encorajado incontáveis milhares de pessoas que definharam nas prisões e até mesmo morreram por amor a Ele. Ele é o amigo "mais chegado do que um irmão" (Provérbios 18:24), que dá a vida pelos Seus amigos (João 15:13-15), e que prometeu nunca nos deixar ou nos abandonar, mas ser conosco até o fim dos tempos (Mateus 28:20). Podemos nos consolar com as palavras do velho hino que explica bem: "Amigos podem me falhar, inimigos me atacam, mas Ele está comigo até o fim. Aleluia, que Salvador!"