GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que significa orar ‘seja feita a tua vontade’?"

Resposta:
“Seja feita a tua vontade” é um dos pedidos no Pai Nosso. Em parte, Jesus ensinou Seus discípulos a orar: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mateus 6:9-10). O próprio Jesus implorou para que a vontade de Deus fosse feita no Jardim do Getsêmani. Antes da Sua crucificação, Ele orou: “Meu Pai, se é possível, que passe de mim este cálice! Contudo, não seja como eu quero, e sim como tu queres” (Mateus 26:39). Jesus estava comprometido em ver a vontade de Deus cumprida, e a oração “seja feita a tua vontade” foi um tema da Sua vida.

Mais simplesmente, orar “seja feita a tua vontade” é pedir a Deus que faça o que Ele deseja. Claro, estamos orando ao Deus que disse: “Haja luz”, e houve luz (Gênesis 1:3), então sabemos que o Seu decreto soberano será cumprido, orando ou não por isso. Mas há outro aspecto da vontade de Deus, que chamamos da Sua vontade “revelada” ou vontade “preceptiva”. Esta é a “vontade” de Deus que Ele nos revelou, mas que não nos impõe. Por exemplo, é a vontade de Deus que falemos a verdade em amor (Efésios 4:15) e que não cometamos adultério (1 Coríntios 6:18) ou nos embriaguemos (Efésios 5:18). Quando oramos “seja feita a tua vontade”, estamos pedindo a Deus que aumente a justiça no mundo, traga mais pessoas ao arrependimento e promova a causa do reino de Seu Filho.

Quando oramos “seja feita a tua vontade”, reconhecemos o direito de Deus governar. Não oramos “seja feita a minha vontade”, mas que “seja feita a tua vontade”. Pedir que a vontade de Deus seja feita é uma demonstração da nossa confiança de que Ele sabe o que é melhor. É uma declaração de submissão aos Seus caminhos e planos. Pedimos que a nossa vontade seja conforme à dEle.

A Oração do Senhor começa reconhecendo Deus como Pai no céu. Jesus então modela a petição, apresentando três pedidos ao Pai: 1) Que Deus santifique Seu nome; em outras palavras, como disse um escritor, que Deus aja de uma maneira que exiba visivelmente a Sua santidade e glória (The Prayer That Turns the World Upside Down: The Lord's Prayer as a Manifesto for Revolution, A Oração que Vira o Mundo de Cabeça para Baixo: a Oração do Senhor como um Manifesto para a Revolução, página 61 em inglês). 2) Que Deus traga o Seu reino à terra; isto é, que a pregação do evangelho converta pecadores em santos que andam no poder do Espírito Santo e que Deus livre o mundo do mal e crie os novos céus e a nova terra onde Deus habitará com o Seu povo e não mais haverá maldição nem morte (veja Apocalipse 21-22). 3) Que a vontade de Deus seja feita “assim na terra como no céu” (Mateus 6:10). No céu, os anjos realizam o desejo de Deus de forma completa, alegre e imediata – que mundo seria este se os humanos agissem assim!

Como ponto de esclarecimento, “seja feita a tua vontade” não é uma oração impassível de resignação. A oração de Jesus no Getsêmani não foi nem um pouco passiva ou fatalista; Ele desnudou o Seu coração diante do Pai e revelou o Seu desejo final: que a vontade de Deus fosse realizada. Orar “seja feita a tua vontade” reconhece que Deus tem mais conhecimento do que nós e que confiamos que o Seu caminho é o melhor. Também é um compromisso de trabalhar ativamente para promover a execução da vontade de Deus.

Romanos 12:1-2 diz: “Portanto, irmãos, pelas misericórdias de Deus, peço que ofereçam o seu corpo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Este é o culto racional de vocês. E não vivam conforme os padrões deste mundo, mas deixem que Deus os transforme pela renovação da mente, para que possam experimentar qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Compreendendo quem é Deus, nós nos submetemos a Ele e permitimos que nos transforme. Quanto mais conhecemos a Deus, mais prontamente nossas orações se alinharão com a Sua vontade e podemos orar verdadeiramente para que “seja feita a tua vontade”. Podemos nos aproximar de Deus com a confiança de que “se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5:14-15).

Pela fé, sabemos que orar “seja feita a tua vontade” é a melhor coisa que possamos pedir. “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!” (Efésios 3:20-21).

© Copyright Got Questions Ministries