GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que Emanuel significa?"

Resposta:
Emanuel é um nome hebraico masculino que significa "Deus conosco" ou "Deus está conosco". O nome Emanuel aparece na Bíblia três vezes — duas no livro do Antigo Testamento de Isaías (7:14 e 8:8) e uma no Evangelho de Mateus (1:23).

No livro de Isaías, uma criança nascida no tempo do rei Acaz recebeu o nome Emanuel como um sinal para o rei de que Judá receberia alívio dos ataques de Israel e da Síria: "Portanto, o Senhor mesmo lhes dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel" (Isaías 7:14). O nome Emanuel confirmava o fato de que Deus estabeleceria Sua presença orientadora e protetora com Seu povo nesta libertação. Uma segunda implicação de longo alcance da profecia de Isaías sobre uma criança chamada Emanuel dizia respeito ao nascimento de Jesus Cristo, o Messias de Israel.

Setecentos anos depois do rei Acaz, uma virgem de Nazaré chamada Maria estava noiva de José. Antes de se casarem, um anjo visitou José para confirmar que Maria havia concebido um filho por meio do Espírito Santo (Mateus 1:20–21). Quando a criança nascesse, deveriam chamá-la de Jesus. Mateus, entendendo o cumprimento da profecia de Isaías, entrega esta revelação inspirada: "Ora, tudo isto aconteceu para se cumprir o que foi dito pelo Senhor por meio do profeta: 'Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel.' ('Emanuel' significa: 'Deus conosco')" (Mateus 1:22–23).

Jesus cumpriu a profecia de Isaías porque Ele era literalmente "Deus conosco". Cristo era totalmente humano, mas ainda totalmente Deus. Ele veio morar em Israel com Seu povo, como Isaías havia predito. Mateus reconheceu Jesus como Emanuel, a expressão viva da Encarnação — o milagre do Filho de Deus tornando-Se humano e fazendo Seu lar entre nós, a fim de revelar Deus para nós. Jesus era Deus conosco, manifestado em carne humana (1 Timóteo 3:16).

O Evangelho de João descreve lindamente a Encarnação: "E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. … Ninguém jamais viu Deus; o Deus unigênito, que está junto do Pai, é quem o revelou" (João 1:14–18).

Em Jesus, Deus andou e conversou conosco, assim como fez com Adão e Eva no Jardim do Éden. A vinda de Cristo mostrou a toda a humanidade que Deus é fiel para cumprir Suas promessas. Jesus não era apenas um sinal de Deus conosco, como a criança nascida no tempo de Acaz. Jesus era Deus conosco pessoalmente.

Jesus é Emanuel. Ele não é uma revelação parcial de Deus conosco; Jesus é Deus conosco em toda a Sua plenitude: "Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade" (Colossenses 2:9). Jesus deixou as glórias do céu e assumiu a forma de um servo para que pudesse Se identificar conosco em nossas lutas humanas diárias (Filipenses 2:6-11; Hebreus 4:15-16).

Emanuel é o nosso Salvador (1 Timóteo 1:15). Deus enviou Seu Filho para viver entre nós e morrer por nós na cruz. Através do sangue derramado de Cristo, podemos nos reconciliar com Deus (Romanos 5:10; 2 Coríntios 5:19; Colossenses 1:20). Quando nascemos do Seu Espírito, Cristo vive em nós (2 Coríntios 6:16; Gálatas 2:20).

Nosso Emanuel estará conosco para sempre. Depois de Sua ressurreição dentre os mortos, antes de voltar ao Pai, Jesus fez a seguinte promessa: "E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos" (Mateus 28:20; veja também Hebreus 13:5). Nada pode nos separar de Deus e do Seu amor por nós em Cristo (Romanos 8:35–39).