GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Os escritores do Novo Testamento consideraram suas obras como Escrituras?"

Resposta:
2 Timóteo 3:16-17 declara que "toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o servo de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra." É claro que a igreja primitiva considerava o Antigo Testamento como Escritura inspirada. Como 2 Pedro 1:20-21 explica: "Primeiramente, porém, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo."

Entretanto, será que isso pode ser igualmente aplicado aos escritos contidos no Novo Testamento? Os escritores do Novo Testamento estavam cientes da natureza escriturística de suas epístolas? Embora isso não possa ser provado definitivamente, há um caso bastante forte de que sim. Em 2 Pedro 3:15-16, Pedro escreve: "E considerem a longanimidade do nosso Senhor como oportunidade de salvação, como também o nosso amado irmão Paulo escreveu a vocês, segundo a sabedoria que lhe foi dada, ao falar a respeito destes assuntos, como, de fato, costuma fazer em todas as suas cartas. Nelas há certas coisas difíceis de entender, que aqueles que não têm instrução e são instáveis deturparão, como também deturparão as demais Escrituras, para a própria destruição deles." Claramente, Pedro considerava os escritos de Paulo como Escritura inspirada.

Outro indicador de que os escritores do Novo Testamento compreenderam seus escritos como sagrados está em 1 Timóteo 5:18, onde está declarado: "Pois a Escritura declara: 'Não amordace o boi quando ele pisa o trigo.' E, ainda: 'O trabalhador é digno do seu salário.'" Enquanto a primeira referência é tirada do livro de Deuteronômio (25:4), a segunda é derivada do Evangelho de Lucas (10:7). Claramente, os escritos de Lucas são vistos como semelhantes em valor oficial ao Pentateuco. Os escritos de Lucas também são referidos aqui como "Escritura".

Em conclusão, há bons motivos para acreditar que os escritores do Novo Testamento viam os escritos uns dos outros como Sagradas Escrituras, literalmente inspiradas por Deus — "e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o servo de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16–17).