GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que é a teoria do equilíbrio pontuado?"

Resposta:
O “equilíbrio pontuado" refere-se a um conceito em biologia evolutiva que é controverso e amplamente mal compreendido. Tanto o equilíbrio pontuado quanto suas alternativas têm desvantagens significativas, seja na plausibilidade ou na evidência. O equilíbrio pontuado busca conciliar a ideia da evolução natural com os elos perdidos no registro fóssil. O debate dentro da ciência sobre a validade do equilíbrio pontuado demonstra muitos dos problemas com a teoria evolutiva em geral.

O equilíbrio pontuado tenta responder a um grande problema com o registro fóssil. Por quase um século, a ciência naturalista supôs que as lacunas no registro fóssil acabariam sendo preenchidas e haveria um registro semicompleto das chamadas "formas de transição" entre as várias espécies. Na verdade, aconteceu o contrário, e as lacunas ficaram ainda mais pronunciadas. O registro fóssil real indica espécies aparentemente surgindo do nada, e sem as mudanças longas, lentas e graduais esperadas pela teoria evolucionária clássica. O equilíbrio pontuado procura responder a esse problema supondo que a evolução não ocorre de forma constante, mas esporádica.

Em 1972, Stephen Gould e Niles Eldredge publicaram um artigo histórico sobre o equilíbrio pontuado. Sua alegação era que as lacunas no registro fóssil eram mais bem explicadas por lacunas na evolução. Ou seja, que a maioria das espécies não mudou muito ao longo do tempo, mas ocasionalmente experimentou grandes mudanças em breves períodos de tempo. Presume-se que a evolução darwiniana "clássica" ocorra muito gradualmente, com uma mudança constante e lenta dos organismos ao longo do tempo. O equilíbrio pontuado substitui essa mudança lenta por longos períodos sem nenhuma mudança, misturado com períodos relativamente curtos de mudança rápida.

Outra maneira de ver isso é dizer que, de acordo com o equilíbrio pontuado, as espécies normalmente não evoluem e, quando evoluem, o processo é relativamente rápido e dramático. Às vezes, isso se tornou uma fonte de controvérsia dentro da comunidade científica. Dependendo de para quem você pergunta, o equilíbrio pontuado é uma refutação da evolução gradual ou apenas uma forma específica dela. Essa é uma das maiores divergências sobre a teoria - se ela substitui ou aprimora a noção clássica da evolução naturalista.

Apesar de uma melhor concordância com as evidências disponíveis, existem muitos problemas científicos com o próprio equilíbrio pontuado. Supõe-se que o mecanismo para o equilíbrio pontuado seja pequenos grupos de um organismo particular separados de alguma forma da população principal. Isso aceleraria a transmissão de genes mutantes pela população e produziria muito mais rapidamente uma nova espécie. No entanto, vários estudos descobriram que a endogamia como essa produz efeitos extremamente negativos, os quais contrariam a ideia de avanço rápido. O registro fóssil também questiona a plausibilidade dessa noção. A chamada "explosão cambriana", por exemplo, é o surgimento repentino de quase todos os tipos biológicos conhecidos pelo homem, em um piscar de olhos geológico. Isso parece contradizer a ideia de ampla estabilidade genética misturada com mudança localizada.

Há também vários pontos de ironia relacionados ao equilíbrio pontuado que têm pouco a ver com a ciência e muito a ver com as suposições dos cientistas. Gould foi criticado por ser pesado na retórica e leve na substância científica pela "velha guarda" da teoria evolucionária. Essa mesma crítica foi aplicada pelos teístas ao naturalismo ateu em geral. Gould e Eldredge previram resistência às suas ideias, afirmando que a comunidade científica era muito devotada a teorias e não a fatos. Ou seja, eles esperavam ser resistidos por nenhuma outra razão, a não ser que o que propunham não seguia os pressupostos preferidos. Mais de 30 anos depois, esse ainda é um dos principais obstáculos ao diálogo aberto e honesto sobre a ciência.

O equilíbrio pontuado representa uma combinação ímpar de características. Ele fecha alguns buracos na teoria evolucionária, mas abre outros. Supostamente torna a teoria evolucionária mais baseada em evidências e, portanto, mais científica, mas também torna a atitude do "naturalismo das lacunas" mais fácil de ser adotada. Ou seja, o equilíbrio pontuado torna mais fácil explicar a falta de formas transicionais como se fosse uma evidência que realmente apoia a evolução.

No fim das contas, o equilíbrio pontuado é uma tentativa de reconciliar as evidências disponíveis com a ideia da evolução naturalista. É, de muitas maneiras, outro exemplo de reinterpretação de fatos para se adequar a uma ideologia. Ainda assim, qualquer disposição de modificar a teoria evolucionária à luz das evidências é boa, pois isso só pode levar cada vez mais perto da ideia de um Deus Criador. A busca dessas ideias pode ajudar a fechar as lacunas filosóficas entre o naturalismo ateísta e o design inteligente - que pode ser a razão pela qual o equilíbrio pontuado é tão resistido em alguns círculos acadêmicos.

© Copyright Got Questions Ministries