GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Qual é a diferença entre conhecer Jesus e saber sobre Jesus?"

Resposta:
Sites e revistas de fãs nos ajudam a responder a esta pergunta. Os fãs adoradores de estrelas de cinema, TV, música ou esportes gastam dinheiro e tempo obtendo informações, fotos e fatos sobre suas estrelas favoritas. Depois de se debruçarem sobre esse material, os fãs se sentem como se realmente conhecessem seus heróis. Mas realmente conhecem? Eles podem até conhecer certos fatos sobre o herói escolhido. Podem também ser capazes de citar a sua data de nascimento, a cor favorita e os animais de estimação da infância, mas, se encontrassem essa pessoa cara a cara, o que o herói diria? O fã realmente conhece esse herói?

Jesus respondeu a essa pergunta em Mateus 7:21–23: "Nem todo o que me diz: 'Senhor, Senhor!' entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, vão me dizer: 'Senhor, Senhor, nós não profetizamos em seu nome? E em seu nome não expulsamos demônios? E em seu nome não fizemos muitos milagres?' Então lhes direi claramente: 'Eu nunca conheci vocês. Afastem-se de mim, vocês que praticam o mal.'" Nos dias de Jesus, havia pessoas que achavam ser amigas dEle porque conheciam a Lei, faziam regras estritas para si mesmas (e para os outros) e ouviam Seus ensinamentos. Elas O seguiram, aplaudiram os milagres e gostaram de parte do que Ele disse. Mas Jesus os chama de "malfeitores" e declara: "Eu nunca conheci vocês".

Hoje existem milhares que sabem sobre Jesus — isto é, conhecem alguns fatos sobre Ele, podem ter memorizado alguns versículos da Bíblia e talvez até frequentem a igreja. No entanto, essas pessoas nunca permitiram que os fatos se tornassem sua realidade pessoal. Elas mantêm o conhecimento em suas cabeças, sem permitir que a verdade penetre em seus corações. Jesus explicou o problema: "Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos humanos" (Mateus 15:8–9; Marcos 7:6).

Pode ser fácil substituir um relacionamento real com Jesus por uma religião. Muitas vezes pensamos que, se ocuparmos o nosso tempo com "coisas cristãs", isso é tudo o que importa. Podemos apreciar os fatos da morte e ressurreição de Jesus, mas até que nós O tornemos nosso Senhor, os fatos não nos fazem bem (João 3:16-18; Atos 10:43; Romanos 10:9). Há uma diferença entre consentimento intelectual e fé salvadora. Conhecer Jesus significa que aceitamos o Seu sacrifício em nosso favor (2 Coríntios 5:21). Pedimos que Ele seja o Senhor de nossas vidas (João 1:12; Atos 2:21). Nós nos identificamos com Cristo em Sua morte e consideramos que o nosso velho "eu" morreu com Ele (Colossenses 3:3; Romanos 6:2, 5; Gálatas 6:14; 2:20). Aceitamos o Seu perdão e purificação do pecado e procuramos conhecê-lO em íntima comunhão por meio do Seu Espírito Santo (João 17:3; Filipenses 3:10; 1 João 2:27).

Quando nos arrependemos de nossos pecados e entregamos nossas vidas a Jesus, Ele nos dá o Espírito Santo (Atos 2:38; João 14:26; 16:13). O Espírito Santo vem viver dentro de nós, mudando-nos para sempre (1 Coríntios 6:19; 1 João 3:9). Os fatos que sabemos sobre Jesus ganham vida à medida que O conhecemos pessoalmente. Digamos que você tenha lido que sua estrela de cinema favorita tem olhos verdes e uma covinha no queixo. Essas características são meramente fatos no papel até que você a encontre cara a cara. Então, de repente, aqueles olhos verdes estão olhando para você, e a covinha brota no queixo dela quando sorri. Ela conta sobre seu dia, seus medos e seus pensamentos internos. Você pode se lembrar de ter ouvido esses fatos antes, mas agora os está experimentando. Você sabia sobre ela antes, mas agora você a conhece. O abstrato tornou-se concreto. As coisas que você achava que sabia começaram a fazer sentido quando você entra em um relacionamento.

Jesus é uma Pessoa. Conhecê-lO é entrar em um relacionamento. A Bíblia diz qual é o maior mandamento: "Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento" (Mateus 22:37; Marcos 12:30; Lucas 10:27). É difícil amar alguém que não conhecemos. Amar Jesus começa com a rendição ao Seu plano para a sua vida. É isso que significa torná-lO Senhor (Mateus 6:33; Romanos 10:9-10; Salmo 16:8). A natureza de Deus é tão vasta e complexa que nenhum ser humano pode conhecer completamente tudo o que há para conhecer sobre Ele. Mas a vida se trata de buscá-lO continuamente, aprender mais sobre Ele e desfrutar de Sua comunhão (Jeremias 29:13; Filipenses 3:8).