GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Quais são as ciladas do diabo em Efésios 6:11?"

Resposta:
Ciladas são truques ou manipulações destinadas a enganar alguém. As ciladas do diabo são aqueles esquemas inteligentes usados por Satanás para nos enredar por meio de tentação, ameaça ou intimidação. Efésios 6:11 nos adverte: “Vistam-se com toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo.” As Escrituras nos dão uma visão das táticas do nosso inimigo: “... pois não ignoramos quais são as intenções dele” (2 Coríntios 2:11), e somos sábios em prestar atenção às suas advertências.

Aqui estão algumas das artimanhas do diabo que vemos nas Escrituras:

1. Desafiando a Palavra de Deus. Gênesis 3 nos dá uma visão detalhada dessa tática do nosso inimigo. Isso levou ao primeiro pecado humano, e Satanás ainda a usa porque funciona muito bem. As primeiras palavras registradas do diabo, através da serpente, foram estas: “É verdade que Deus disse?” (Gênesis 3:1). Com essas palavras, o diabo convidou a mulher a reconsiderar o que ela entendia que Deus havia dito. Ao acrescentar a sua interpretação humana, ela se convenceu de que a Palavra de Deus era muito restritiva.

Ao sugerir que devemos reexaminar o ensino claro da Palavra de Deus, Satanás nos convida a acrescentar a nossa própria interpretação e, assim, anular a vontade declarada de Deus. Certas denominações de igrejas por inteiro estão sendo vítimas dessas ciladas do diabo. “Deus realmente disse que a homossexualidade é errada?” ele assobia, e as igrejas desmoronam. “Deus realmente disse que existem apenas dois gêneros?” ele sugere, convidando-nos a dar o nosso próprio giro à realidade, tornando-nos deuses no lugar do Senhor. Efésios 6:11 diz que precisamos ser revestidos de toda a armadura de Deus para resistir a tais artimanhas.

2. Desafiando a nossa identidade. Lucas 4:1–13 dá uma visão de várias das artimanhas do diabo. Satanás veio contra Jesus para tentá-lo no deserto. Em duas ocasiões diferentes, Satanás começou suas tentações com estas palavras: “Se você é o Filho de Deus”. Satanás sabia exatamente quem era Jesus (Marcos 1:34). Jesus estava lá quando Satanás caiu “do céu como um relâmpago” (Lucas 10:18). Significativamente, o diabo escolheu um momento em que Jesus estava fisicamente fraco e faminto para atacar a Sua identidade.

Satanás faz o mesmo conosco. Para tornar suas artimanhas mais eficazes, ele nos atinge durante uma crise ou uma luta espiritual e sugere: “Se você fosse um filho de Deus, isso não aconteceria. Se você fosse realmente um cristão, Deus o ajudaria agora mesmo.” Novamente, precisamos do “capacete da salvação” firmemente colocado para resistir a tais ataques contra a nossa identidade e o caráter de Deus (Efésios 6:17).

3. Torcendo as Escrituras. Outra das artimanhas que o diabo usou contra Jesus foi citar as Escrituras, mas com uma distorção. Em Lucas 4:10–11, Satanás cita o Salmo 91:11–12 em um esforço para persuadir Jesus a agir na carne em vez de seguir o Espírito (veja Gálatas 5:16, 25). No entanto, Satanás falhou em completar o pensamento do salmo. O versículo seguinte, Salmo 91:13, diz: “Você pisará o leão e a cobra; com os pés esmagará o leãozinho e a serpente.” Essas referências de animais são metáforas para inimigos ferozes e perigosos - e o diabo é comparado a um leão e a uma serpente nas Escrituras (Gênesis 3:15; Apocalipse 20:2; 1 Pedro 5:8; cf. Romanos 16:20). O verdadeiro significado da passagem do Salmo 91 é que Deus protegerá e capacitará Seus servos à medida que vencerem o inimigo, Satanás. Uma das artimanhas do diabo é deixar de fora partes-chave das Escrituras a fim de distorcer o seu significado para se adequar aos seus objetivos.

Vemos essas artimanhas do diabo em ação hoje, quando os mestres da prosperidade e os falsos profetas citam as Escrituras de maneira egoísta e enganosa. Eles usam o suficiente da Palavra de Deus para parecerem autoritários, mas a distorcem para se adequar às suas agendas pessoais. Usar versículos fora de contexto ou apenas aqueles versículos que afirmam o que queremos acreditar ou fazer é um problema generalizado, e a maioria dos participantes não tem ideia de que foi vítima de uma das ciladas do diabo.

4. Oferecer uma alternativa tentadora à obediência. Outro esquema ou artimanha do diabo usado na tentação de Jesus foi sugerir outro caminho, evitando a estrita obediência à vontade de Deus. Astutamente, Satanás sabia que não deveria sugerir que Jesus esquecesse todo o plano de salvação e voltasse para o céu. Em vez disso, ele ofereceu uma alternativa. Em Lucas 4:5-7, “Então o diabo o levou para um lugar mais alto e num instante lhe mostrou todos os reinos do mundo. E disse: — Eu lhe darei todo este poder e a glória destes reinos, porque isso me foi entregue, e posso dar a quem eu quiser. Portanto, se você me adorar, tudo isso será seu.” Esta tentação visava a humanidade do Filho do Homem. Jesus agora sabia como era estar na carne. Ele sabia como seriam os espinhos em Suas mãos e pés. Ele sabia como seria a rejeição e a zombaria quando fosse despido e exibido diante da multidão. Satanás estava Lhe oferecendo uma transigência. E se Jesus pudesse “salvar o mundo” sem ter que sofrer a crucificação? E se Ele pudesse pegar um atalho e possuir todos os reinos do mundo agora?

Uma das artimanhas mais sinistras do diabo envolve a sua capacidade de oferecer uma transigência religiosamente contaminada. Ele sabe que não pode atacar crentes maduros com um ataque frontal aos seus valores e convicções. Então ele desliza pela porta dos fundos, passando-se por um amigo com uma alternativa razoável: “Bem, sim, tecnicamente pode ser errado alguém morar com um namorado, mas você pode testemunhar melhor se ele puder observá-la vivendo a sua fé." Ou isto: “Não é necessário ir à igreja para ser espiritual. Você se conecta melhor com Deus sozinho na floresta. Essas pessoas são todas hipócritas de qualquer maneira, e você é muito justo para se associar a elas.” Devemos tomar cuidado com as artimanhas do diabo quando ele oferece algo diferente da obediência total à vontade de Deus.

Os escritores do Novo Testamento frequentemente destacavam as ciladas do diabo para aqueles na igreja que estavam sendo enganados por eles, e devemos tomar nota. A presença de falsos profetas (1 Timóteo 6:3-5), intrometidos (1 Pedro 4:15), adúlteros (1 Timóteo 1:9-10) e sedutores (Apocalipse 2:20) fazem parte do plano mestre de Satanás para minar a igreja por dentro.

Para combater as ciladas do diabo, os seguidores de Cristo devem permanecer vestidos com a armadura de Deus. Devemos permanecer imersos em Sua Palavra para que reconheçamos o engano. E quando percebemos que fomos apanhados nas ciladas do diabo, devemos nos arrepender rapidamente e buscar prestar contas a pessoas piedosas. O Salmo 37:23-24 encoraja aqueles que desejam viver uma vida piedosa: “O Senhor firma os passos do homem bom e se agrada do seu caminho; se cair, não ficará prostrado, porque o Senhor o segura pela mão.” Quando o Senhor segura a nossa mão, as ciladas do diabo não podem nos prejudicar.

© Copyright Got Questions Ministries