GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Devemos ler outros livros ou apenas a Bíblia?"

Resposta:
A Bíblia ensina que devemos meditar nas palavras de Deus (Salmo 1:2–4). Também ensina que, "tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês" ( Filipenses 4:8). Em outras palavras, outros livros que incentivam a vida santa podem ser úteis em nossa caminhada com Cristo. Comentários, estudos bíblicos, literatura devocional — existem muitos escritos que podem aprofundar nossa compreensão das Escrituras.

Além disso, outros livros são úteis para muitas áreas práticas da vida. De informações médicas a reparos de automóveis, as informações necessárias para a vida diária podem ser encontradas em livros.

Terceiro, alguma ficção é útil tanto para aprendizado quanto para diversão. Contanto que o livro honre ao Senhor, uma obra assim pode comunicar a verdade, assim como Jesus fez em Suas parábolas. 1 Coríntios 10:31 ensina: "Portanto, se vocês comem, ou bebem ou fazem qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus." Este é o padrão para o crente. Se um livro em particular é lido para a glória de Deus, então há uma razão legítima para lê-lo.

Quarto, alguns livros podem nos ajudar a entender melhor e alcançar aqueles que não conhecem a Cristo. A Bíblia deixa claro que somos chamados a fazer discípulos de todas as nações (Mateus 28:18-20). Alguns livros que podem ser úteis a essa causa incluem estudo de idiomas, análise cultural e até obras religiosas de outras religiões. Embora deva-se ter muito cuidado com essa última categoria, é útil familiarizar-se com a literatura de outras culturas para comunicar com mais eficácia as verdades bíblicas.

Certamente, existem alguns livros que os cristãos não devem ler. Sem dúvida, livros que "ao mal chamam bem e ao bem chamam mal" (Isaías 5:20) devem ser evitados. Além disso, livros com descrições injustificadas de imoralidade ou derramamento de sangue não valem a pena, especialmente se incluem imagens gráficas ou pornografia. Tais livros fazem parte das "obras infrutíferas das trevas" (Efésios 5:11), que Paulo chama de "vergonhoso" (Efésios 5:12).

Finalmente, deve ficar claro que a Bíblia é o livro mais importante e deve receber a maior prioridade entre os cristãos. Outros livros podem ser benéficos e até incluir a verdade, mas apenas a Bíblia é "inspirada por Deus" (2 Timóteo 3:16-17). Às vezes, Paulo mencionava outros escritos (Atos 17) ao comunicar Cristo a outras pessoas, mas a grande maioria de suas referências são aos escritos inspirados do Antigo Testamento.

Somos chamados a estudar a Bíblia: "Procure apresentar-se a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" (2 Timóteo 2:15). Isso requer muito tempo nas Escrituras.

O próprio Jesus serve como nosso maior exemplo. Quando Ele foi tentado, como respondeu? Três vezes Cristo apelou à Palavra de Deus (Mateus 4:1-11). Outros livros podem ajudar em nossa caminhada com Deus, mas nunca devem nos distrair de nosso compromisso com a Palavra de Deus.