GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que são artigos de fé?"

Resposta:
Os artigos de fé são declarações resumidas de crenças fundamentais mantidas por indivíduos, igrejas ou ministérios. Eles apresentam as verdades essenciais que orientam todas as áreas de crença e prática. Às vezes, os artigos de fé são chamados de declaração doutrinária, declaração de fé ou confissão de fé. Crentes ao longo dos tempos têm elaborado essas declarações, que muitas vezes foram memorizadas na forma de credos. Um dos primeiros artigos de fé foi estabelecido em Deuteronômio 6:4-7: “Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.” Isso é conhecido pelos judeus como “shemá” e é o fundamento de todos os mandamentos de Deus. Ele estabelece a unidade de Deus, a supremacia de Deus e a prioridade de servir a Deus. Os Dez Mandamentos são outra parte dos primeiros artigos de fé.

Um credo cristão primitivo é apresentado em 1 Coríntios 15:1-4. “Irmãos, venho lembrar-vos o evangelho que vos anunciei, o qual recebestes e no qual ainda perseverais; por ele também sois salvos, se retiverdes a palavra tal como vo-la preguei, a menos que tenhais crido em vão. Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” Esta regra de fé declara os fundamentos básicos para a fé salvadora em Cristo. Declarações como essa estabelecem um núcleo comum em torno do qual as pessoas podem se reunir e ter unidade na fé (1 Coríntios 1:10).

Na igreja primitiva, o desenvolvimento de credos e artigos de fé foi frequentemente impulsionado pelo surgimento de falsos mestres. As declarações de fé simples não têm detalhes e, como resultado, permitem uma grande variação em sua aplicação. À medida que ensinamentos e práticas questionáveis apareceram, os líderes das igrejas se reuniram para pesquisar as Escrituras e apresentar as crenças verdadeiras ou ortodoxas da igreja. Este processo é visto em Atos 15:1-29, quando alguns mestres disseram que os gentios tinham que ser circuncidados para serem salvos. Os apóstolos e anciãos em Jerusalém se reuniram para discutir o assunto e escreveram uma carta para informar às igrejas que guardar a Lei mosaica não era necessário para a salvação. O Credo dos Apóstolos, o Credo Niceno e outros foram criados em resposta a desafios semelhantes às crenças ortodoxas.

Hoje, a maioria dos artigos de fé está organizada em ordem de tópicos, listando as principais áreas de doutrina com detalhes pertinentes abaixo. Alguns dos tópicos principais geralmente incluídos nos artigos de fé cristãos são: Bibliologia - Doutrina da Bíblia; Teologia - Doutrina de Deus; Antropologia - Doutrina do Homem; Hamartiologia - Doutrina do Pecado; Cristologia - Doutrina de Cristo; Soteriologia - Doutrina de Salvação; Pneumatologia - Doutrina do Espírito Santo; Eclesiologia - Doutrina da Igreja; Escatologia - Doutrina das Coisas Futuras. Dentro de cada uma dessas categorias existem muitas subcategorias, e as igrejas variam significativamente em suas crenças em cada área. Às vezes, os artigos de fé são escritos de forma muito simples, permitindo um amplo espectro de crenças específicas, e outras vezes os artigos são muito detalhados, de modo a estreitar o escopo das crenças e práticas aceitas.

A história da igreja nos ensinou que quanto mais abertos e gerais os artigos de fé, maior a probabilidade de que o falso ensino apareça e se firme. A história também nos ensinou que não importa o que os artigos de fé digam, eles são essencialmente inúteis a menos que sejam conhecidos e seguidos por igrejas e indivíduos. No passado, era comum que os crentes memorizassem catecismos e credos, dando-lhes uma base sólida para examinar novas ideias. Hoje, a tendência prevalecente parece ser a abertura ou o desconhecimento da doutrina. A maioria dos cristãos teria dificuldade em expressar aquilo em que acredita em qualquer profundidade, e o resultado é uma colcha de retalhos de crenças que às vezes são contraditórias. A Palavra de Deus nos diz: “julgai todas as coisas, retende o que é bom” (1 Tessalonicenses 5:21). Isso significa examinar as coisas quanto à sua integridade, a fim de saber se devemos recebê-las ou rejeitá-las. Isso é o que nos levou aos grandes credos e artigos de fé do passado e é o que nos ajudará a saber em que acreditamos e por que acreditamos hoje.

© Copyright Got Questions Ministries