GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre o ageísmo?"

Resposta:
O "ageísmo" é geralmente entendido como um viés discriminatório contra uma determinada faixa etária. Embora o ageísmo possa atingir qualquer faixa etária, a discriminação geralmente é direcionada aos de idade mais avançada. O ageísmo pode afetar negativamente as perspectivas de emprego de uma pessoa, o seu acesso aos cuidados de saúde e a forma como essa pessoa e seus pensamentos e ideias são percebidos.

Embora o ageísmo seja um termo moderno não encontrado na Bíblia, as Escrituras ainda têm muito a dizer sobre o assunto. Em primeiro lugar, vemos que a Palavra de Deus condena qualquer tipo de discriminação, principalmente entre os crentes. Jesus revela que os maiores mandamentos são amar o Senhor de todo o coração e amar o próximo como a nós mesmos (Marcos 12:30-31). Como crentes, somos todos iguais aos olhos de Deus, com todos merecendo o mesmo respeito (veja Gálatas 3:27–28; Tiago 2:2–4). O próprio Senhor “não faz acepção de pessoas” (Atos 10:34; Romanos 2:11).

Há também princípios bíblicos que tratam especificamente do ageísmo. A Bíblia ensina que os mais velhos devem ser tidos em alta estima. A idade não é vista como algo negativo, mas como algo que os distingue pela sabedoria adquirida ao longo dos anos. Os mais velhos ensinam a geração mais jovem (veja Tito 2:3–4); todo o livro de Provérbios é apresentado como instrução de um pai para o seu filho (veja Provérbios 1:8). “Coroa de honra são as cãs, quando se acham no caminho da justiça” (Provérbios 16:31), e “O ornato dos jovens é a sua força, e a beleza dos velhos, as suas cãs” (Provérbios 20:29). Aprender com um idoso piedoso é uma honra e um privilégio.

Quando Deus deu a Lei ao Seu povo, Ele instruiu Moisés a dizer-lhes: “Diante das cãs te levantarás, e honrarás a presença do ancião, e temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor” (Levítico 19:32). Parece que respeitar os mais velhos andava de mãos dadas com o respeito ao próprio Senhor. Crianças de qualquer idade encontrarão este mandamento em Provérbios: “Ouve a teu pai, que te gerou, e não desprezes a tua mãe, quando vier a envelhecer” (Provérbios 23:22). 1 Timóteo 5:1–2 encoraja os crentes a tratar homens e mulheres mais velhos como pais e mães, o que podemos vincular ao mandamento de Deus em Êxodo 20:12 de honrar nossos pais e mães. A Bíblia não dá margem para desrespeito aos idosos, independentemente de sua idade ou de quais faculdades ainda possuem.

Também não devemos descuidar dos idosos: “Mas, se alguma viúva tem filhos ou netos, que estes aprendam primeiro a exercer piedade para com a própria casa e a recompensar a seus progenitores; pois isto é aceitável diante de Deus. ... Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente” (1 Timóteo 5:4, 8). Mesmo em Sua agonia na cruz, Jesus fez arranjos para cuidar da Sua mãe, pedindo a Seu discípulo João que a acolhesse como a sua própria mãe (João 19:26-27).

A discriminação contra os idosos não é o único ageísmo abordado na Bíblia. Paulo instrui o relativamente jovem Timóteo sobre a importância de dar um bom exemplo: “Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza”. Durante o Seu ministério, Jesus elevou as crianças como o padrão para o tipo de fé, pureza e humildade que devemos buscar (Mateus 18:2–4).

De tudo isso, podemos ver que o ageísmo é contrário aos mandamentos de Deus aos crentes. O ageísmo pode estar aumentando em nossa cultura à medida que a beleza, a juventude e o mundanismo são valorizados, mas podemos lutar contra isso e ser um exemplo por meio de nosso próprio respeito e cuidado por pessoas de qualquer idade.

© Copyright Got Questions Ministries