GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Deus vai me perdoar? Deus pode me perdoar?"

Resposta:
Você está se sentindo culpado e desesperado? Mortificado por algumas das coisas que fez? Pensando se o perdão é possível? A convicção do pecado pode nos levar a um lugar de sentimento de impotência e desesperança. Nossa vergonha nos tenta a pensar que ninguém, muito menos Deus, poderia nos perdoar. Às vezes chegamos ao ponto que não sabemos como vamos seguir adiante. É possível ter esperança?

Você já ouviu falar que Deus é um Deus que perdoa? Você já ouviu falar sobre o Seu grande amor? Vamos começar primeiro com as boas novas: ninguém vai além do perdão de Deus. Não importa o que você tenha feito, você não pecou mais que a capacidade de Deus de perdoá-lo.

A Bíblia nos diz que todos os humanos pecaram (Romanos 3:23). Cada um de nós merece a separação eterna de Deus (Romanos 6:23). Não importa o pecado — estupro, assassinato, terrorismo, adultério, roubo, orgulho, fofoca, ciúme, mentira, falta de amor pelo próximo, etc. — merecemos ser punidos. É um cenário de tudo ou nada. Deus não nos julga se o nosso "bem" supera o nosso "mal", mas se aceitamos ou não o Seu caminho de salvação.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é condenado; mas o que não crê já está condenado, porque não crê no nome do unigênito Filho de Deus" (João 3:16–18).

Deus criou um caminho de perdão, não apenas por algum pecado, mas por todos. Não há pecado que Deus não possa perdoar. Não importa o que você tenha feito, Deus o perdoará se você vier a Ele com fé.

Existe apenas um caminho ao perdão. Deus não vai perdoá-lo porque você promete fazer melhor da próxima vez ou porque você faz as pazes ou porque faz boas ações. Não, Ele o perdoará porque Jesus pagou a penalidade pelo pecado em seu favor.

Jesus era totalmente Deus e totalmente humano. Ele não tinha qualquer pecado e viveu uma vida perfeita. Mas Ele foi crucificado na cruz e morreu a morte de um pecador. A Bíblia nos diz: "Aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós, para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus" (2 Coríntios 5:21). Jesus carregou sobre Si o nosso pecado para que não tivéssemos que carregá-lo. Ele fez o trabalho e pagou o preço para que pudéssemos receber perdão.

Sabemos que Jesus falou a verdade e que Seu sacrifício em nosso favor foi eficaz porque Ele ressuscitou dos mortos (1 Coríntios 15:3–4, 20–22). Jesus morreu e foi sepultado, mas ressuscitou fisicamente. Jesus venceu o pecado e a morte. Ele tornou possível que não mais ficássemos presos em nossos pecados, culpa e vergonha. Ele abriu um caminho para que saíssemos do desespero e entrássemos na vida verdadeira (João 10:10). Ele nos oferece perdão se depositarmos nossa confiança nEle.

Você deseja receber o perdão de Deus hoje? Não existe uma oração que lhe conceda esse perdão. Como foi explicado, o perdão é possível através da obra de Jesus Cristo. Mas podemos receber esse perdão quando pedimos a Deus com fé, através da oração. Você pode dizer algo como o seguinte:

"Deus, eu sei que pequei contra Ti. Sei que mereço estar separado de Ti para sempre. Sei que não posso Te compensar ou me tornar justo com meu próprio esforço. Preciso do Teu perdão. Tu providenciaste um caminho. Tu enviaste Teu Filho Jesus para viver uma vida perfeita, morrer e ressuscitar em meu nome. Tu pagaste o preço que eu devia pelo pecado, para que eu pudesse ser perdoado e desfrutar de comunhão contigo. Perdoe-me, Deus. Eu acredito em Ti. Remova minha culpa e me traga uma nova vida em Teu Filho. Obrigado que posso confiar que farás isso. Obrigado por fornecer um caminho de perdão e por me aceitar em Tua família. Amém."

Se você fez essa oração e realmente acreditou em seu coração, então está perdoado. Você foi renovado em Jesus (2 Coríntios 5:17) e se tornou um filho de Deus (João 1:12–13). Louve a Deus por libertá-lo do fardo da culpa e do desespero.