GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a integridade?"

Resposta:
No Antigo Testamento, a palavra hebraica traduzida como “integridade” significa “a condição de ser sem defeito, perfeição, sinceridade, solidez, retidão, inteireza”. A integridade no Novo Testamento significa “honestidade e aderência a um padrão de boas obras."

Jesus é o exemplo perfeito de um homem íntegro. Depois de ser batizado, Ele foi ao deserto para jejuar por quarenta dias e noites, durante os quais Satanás veio a Ele em Seu ponto mais fraco para tentar quebrar a Sua integridade e corrompê-lo. Jesus era totalmente homem e totalmente Deus ao mesmo tempo, e foi tentado em todos os aspectos que somos, mas nunca pecou (Hebreus 4:15); essa é a definição de integridade. Jesus é o único que sempre foi sem defeito, perfeito, completamente honesto e sempre mostrou um padrão de boas obras.

Os cristãos são chamados a serem como Jesus. Em Cristo, somos novas criações e podemos ser considerados sem defeito diante de Deus (2 Coríntios 5:17, 21; Efésios 1:4-8). Em Cristo, também temos a habitação do Espírito Santo em ação em nós, nos santificando e nos tornando mais semelhantes a Jesus (Romanos 8:29; 2 Coríntios 3:18). Devemos também esforçar-nos para desenvolver “a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” (Filipenses 2:12–13). É pelo poder de Deus que nos tornamos cada vez mais pessoas de integridade. Somos chamados a obedecer a Deus e, ao fazê-lo, a ser pessoas de moralidade e integridade inabaláveis. Os cristãos devem ser aqueles que aderem à verdade e fazem boas obras.

A "integridade" em nosso mundo hoje significa incorruptibilidade moral. Os cristãos devem ser aqueles que não podem ser subornados ou abaláveis porque servimos a Deus em vez de aos homens (Colossenses 3:17, 23; Atos 5:29). Nós devemos ser pessoas que guardam nossa palavra (Mateus 5:27; Tiago 5:12). Devemos amar as pessoas à nossa volta tanto em palavras quanto em ações (1 João 3:17–18; Tiago 2:17–18; Efésios 4:29). Somos chamados a crer em Deus e, portanto, a segui-lo em todos os nossos caminhos (João 6:19; 15:1-17). Nossas vidas devem se alinhar com nossa crença em Deus e evidenciar a confiança de que Seus caminhos são os melhores (Provérbios 3:5-6).

Viver com integridade em um mundo onde os corruptos parecem favorecidos, sem mencionar nossa batalha contra nossa própria natureza pecaminosa, é um desafio. Primeiro Pedro 3:13–18 dá esse encorajamento: “Ora, quem é que vos há de maltratar, se fordes zelosos do que é bom? Mas, ainda que venhais a sofrer por causa da justiça, bem-aventurados sois. Não vos amedronteis, portanto, com as suas ameaças, nem fiqueis alarmados; antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós, fazendo-o, todavia, com mansidão e temor, com boa consciência, de modo que, naquilo em que falam contra vós outros, fiquem envergonhados os que difamam o vosso bom procedimento em Cristo, porque, se for da vontade de Deus, é melhor que sofrais por praticardes o que é bom do que praticando o mal. Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito”. Viver com integridade é seguir o exemplo de Cristo. E só podemos viver com verdadeira integridade pelo Seu poder, que Ele graciosamente e livremente dá a todos os que são Seus (João 16:33; Filipenses 1:6; Efésios 1:13-14).