GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre quais comidas devemos comer? Há comidas que um Cristão deve evitar?"

Resposta:
Levítico capítulo 11 lista as restrições alimentares que Deus deu à nação de Israel. As leis dietéticas incluíam proibições de comer carne de porco, camarão, marisco e muitos tipos de frutos do mar, a maioria dos insetos, aves de rapina e vários outros animais. As regras da dieta nunca foram destinadas a serem aplicadas a outros povos além dos israelitas. O propósito das leis alimentares era tornar os israelitas distintos de todas as outras nações. Depois que este propósito terminou, Jesus declarou todos os alimentos puros (Marcos 7:19). Deus deu ao apóstolo Pedro uma visão na qual Ele declarou que os animais anteriormente impuros poderiam ser comidos: "Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum" (Atos 10:15). Quando Jesus morreu na cruz, Ele cumpriu a lei do Antigo Testamento (Romanos 10:4; Gálatas 3:24-26; Efésios 2:15). Isso inclui as leis relativas aos alimentos puros e impuros.

Romanos 14:1-23 nos ensina que nem todos são suficientemente maduros na fé para aceitar o fato de que todos os alimentos são puros. Como resultado, se estivermos com alguém que se ofenderia com o nosso alimento "impuro", devemos renunciar ao nosso direito de fazê-lo para não ofender a outra pessoa. Temos o direito de comer o que quisermos, mas não temos o direito de ofender outras pessoas, mesmo que estejam erradas. Para os cristãos nesta época, porém, temos liberdade para comer o que quer que desejemos, desde que não cause outra pessoa a tropeçar em sua fé.

Na Nova Aliança da Graça, a Bíblia está muito mais preocupada com o quanto comemos do que com os alimentos que os cristãos comem. Os apetites físicos são uma analogia da nossa capacidade de controlar a nós mesmos. Se somos incapazes de controlar nossos hábitos alimentares, provavelmente também somos incapazes de controlar outros hábitos como os da mente (luxúria, avareza, ódio/raiva injusta) e incapazes de proteger nossas bocas de fofocas ou conflitos. Como cristãos, não devemos deixar que nossos apetites nos controlem. Em vez disso, devemos controlá-los (Deuteronômio 21:20; Provérbios 23:2; 2 Pedro 1:5-7; 2 Timóteo 3:1-9; 2 Coríntios 10:5).