iption" property="og:description" content="O que é o hadith no Is
settings icon
share icon
Pergunta

O que é o Judaísmo Ortodoxo?

Resposta


O Judaísmo é a religião tradicional dos judeus, mas também pode ser praticado por não-judeus. Nem todos os judeus praticam o Judaísmo, é claro; alguns o rejeitam em favor de outras religiões ou nenhuma religião. O Judaísmo é uma religião que enfatiza o estilo de vida e os valores mais do que as crenças, então a doutrina correta não é tão enfatizada quanto o comportamento correto. Muitos judeus mantêm a sua conexão com uma sinagoga e continuam a observar certas práticas e tradições enquanto rejeitam muitas das doutrinas que podem ser ensinadas lá. Não se deve presumir que frequentar uma determinada sinagoga signifique aceitar tudo o que é ensinado ali. Claro, isso também é verdade para a frequência à igreja cristã, mas parece ser ainda mais prevalente no Judaísmo.

Alguns séculos atrás, o Judaísmo Ortodoxo era a única forma de Judaísmo. Hoje, o Judaísmo é composto por três “ramos” principais: Ortodoxo (muito tradicional), Reformista (também conhecido como liberal ou progressista) e Conservador, que traça um curso entre os outros dois. Naturalmente, existem ramificações, variações e até híbridos desses três. A maioria das sinagogas são designadas pelo título do ramo, semelhante ao nome denominacional de uma igreja.

Finalmente, existem judeus seculares ou não-religiosos (também chamados de judeus humanistas ou não-teístas) que mantêm uma identidade étnica judaica através da observância de muitas tradições judaicas. Originalmente, essas tradições tinham um propósito religioso, mas os judeus seculares não atribuem absolutamente nenhum significado religioso a elas hoje. Os judeus seculares constituem uma parcela significativa da população judaica nos Estados Unidos.

O que hoje é chamado de Judaísmo Ortodoxo durante a maior parte da história foi simplesmente chamado de Judaísmo. O termo Ortodoxo, que literalmente significa “opinião correta”, começou a ser usado no final do século 18 e início do século 19 para distingui-lo de outras abordagens do Judaísmo que começaram a se desenvolver. Ortodoxo foi usado pela primeira vez como um termo pejorativo por judeus mais progressistas, mas passou a ser adotado pelos adeptos tradicionais do Judaísmo.

O Judaísmo Ortodoxo enfatiza viver de acordo com a Lei de Moisés (a Torá), assim como interpretada pela tradição rabínica autorizada. De acordo com o Judaísmo Ortodoxo, além da Lei escrita, Moisés também recebeu a interpretação correta da Lei, que foi transmitida pela tradição oral através dos rabinos até que foi finalmente escrita na Mishná, datada do século II d.C.

Desde aquela época, a Mishná foi desenvolvida e interpretada. A Mishná e suas histórias, comentários e aplicações adicionais são conhecidos como o Talmude, do qual existem duas versões: o Talmude de Jerusalém e o Talmude Babilônico. O Judaísmo Ortodoxo considera o Talmude Babilônico mais autoritário. O estudo do Talmude é essencial para o Judaísmo Ortodoxo, ainda mais importante do que o estudo da Torá.

Os comentários rabínicos sobre o Talmude se acumularam ao longo dos anos e passaram a ser conhecidos como a halacá. A halacá fornece instruções autorizadas para judeus ortodoxos sobre práticas religiosas e civis e é obrigatória para o indivíduo e a comunidade. Algumas das práticas distintivas do Judaísmo Ortodoxo incluem a oração segregada por gênero, a recusa de viajar no sábado e a manutenção da estrita observância kosher.

Existem duas variações dentro do Judaísmo Ortodoxo. A Ortodoxia Moderna mantém todas as características da Ortodoxia, mas interage livremente com a sociedade em geral e considera importante uma educação secular. A ultraortodoxia (um termo que alguns acham ofensivo) ou Judaísmo Haredi tende a se isolar da sociedade secular, focar na educação religiosa, usar roupas distintas (normalmente ternos pretos e camisas brancas para homens e roupas cuidadosamente modestas para mulheres) e principalmente falar iídiche. Um subconjunto do Judaísmo Haredi é o Judaísmo Hassídico, que é então dividido em várias seitas. Cada seita dentro do Judaísmo Hassídico é liderada por um rebe, sobre o qual se acredita ter acesso direto a Deus. A Cabala, que é frequentemente descrita como “misticismo judaico”, também é central para o Judaísmo Hassídico.

Embora este artigo forneça uma visão geral básica do Judaísmo Ortodoxo, é importante não fazer suposições sobre um indivíduo por causa de um rótulo ou categoria percebida. Um cristão que está procurando interagir com um judeu ortodoxo deve primeiro fazer perguntas para conhecer essa pessoa individualmente e aprender as especificidades das suas crenças e valores.

English



Voltar à página principal em português

O que é o Judaísmo Ortodoxo?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon YouTube icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries