GotQuestions.org > Português > Perguntas sobre Jesus Cristo > Jesus Advogado

O que significa que Jesus é nosso Advogado?


Pergunta: "O que significa que Jesus é nosso Advogado?"

Resposta:
Um advogado é uma pessoa que vem em nosso auxílio ou pleiteia um caso com um juiz. Os Advogados oferecem apoio, força e conselho e intercedem por nós quando necessário. A Bíblia diz que Jesus é um Advogado para aqueles que confiam nEle: "Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Mas, se alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo" (1 João 2:1). Em outros versículos, Jesus chama o Espírito Santo de nosso Advogado (João 14:16, 26; 15:26; 16:7). A palavra grega usada nesses versículos é parakleton, que significa "ajudante, orientador ou conselheiro".

Em um sistema judicial humano, um advogado fala pelos direitos de seu cliente. Os defensores ou advogados legais estudaram os meandros da lei e podem navegar com precisão por esses estatutos geralmente complicados. Essa é a imagem que João pinta quando se refere a Jesus como nosso "advogado junto ao Pai". A lei justa de Deus nos declara culpados em todos os aspectos. Nós violamos os padrões de Deus, rejeitamos Seu direito de governar nossas vidas e continuamos a pecar mesmo depois de conhecermos a verdade (Hebreus 10:26; Romanos 1:21–23; 1 Timóteo 2:4). O único castigo justo por essa iniquidade é uma eternidade no inferno (Apocalipse 14:10; 21:8; 1 Coríntios 6:9).

Mas Jesus é o Advogado entre nossos corações arrependidos e a lei. Se Seu sangue tem sido aplicado em nossas vidas por meio da fé e confissão dEle como Senhor (Romanos 10:9–10; 2 Coríntios 5:21), Ele defende nosso caso diante do Juiz Justo. Podemos imaginar a conversa mais ou menos assim: "Pai, sei que essa pessoa pecou e violou nossos mandamentos. Ela é culpada como acusada. No entanto, você disse que meu sacrifício é pagamento suficiente pela dívida que ela deve. Minha justiça foi aplicada à sua conta quando ela confiou em mim para salvação e perdão. Eu paguei o preço para que ela possa ser declarada 'Inocente'. Não há mais dívidas para ela pagar" (Romanos 8:1; Colossenses 2:14).

Jesus passa a ser nosso Advogado logo quando Deus nos aceita em Sua família como Seus filhos (João 1:12). E Ele continua sendo nosso Advogado para sempre. 1 João 1:9 diz que, quando confessamos nosso pecado, Ele é fiel e justo para perdoar nossos pecados e nos purificar deles. Como Seus seguidores, ainda pecaremos. Mas, quando o fazemos, somos ordenados a confessar esse pecado a Deus. Confissão é concordar com Deus sobre o quão ruim é o pecado. Permanecemos culpados diante dEle, sem argumentos e justificativas próprias. Nosso Advogado Se coloca diante do Juiz e, juntos, concordam que, porque estamos "em Cristo", nenhuma outra punição é necessária. Jesus já fez pagamento suficiente para nos redimir.

Outro aspecto que faz de Jesus um Advogado compassivo é o fato de que Ele também experimentou a vida neste mundo. Ele foi tentado, rejeitado, esquecido, incompreendido e abusado. Cristo não nos representa teoricamente; Ele nos representa experimentalmente. Ele viveu a vida que vivemos, mas fez isso sem sucumbir aos males que nos sucedem. Ele Se recusou a ceder à tentação e pode ser nosso Sumo Sacerdote porque cumpriu perfeitamente a lei de Deus (Hebreus 4:15; 9:28; João 8:29). Nosso Advogado pode argumentar nosso caso com base em Sua experiência pessoal, mais ou menos assim: "Pai, essa jovem violou nosso mandamento justo, mas ama você e quer servi-lo. Lembro-me de como foi ser tentado assim, e meu coração tem compaixão. Ela confessou esse pecado e deseja se afastar dele. Por causa do meu sacrifício, você pode perdoar esse pecado e purificar o coração dela mais uma vez. Vamos ensiná-la a deixar o Espírito Santo confortá-la e fortalecê-la para resistir na próxima vez."

Um advogado terreno só pode defender nosso caso com base apenas em evidências e testemunhos externos. Nosso Advogado celestial conhece nosso coração e defende nossa causa com base no que está lá (Lucas 5:22; Marcos 2:8). Ele também conhece os meandros do sistema legal de Deus. Ele já atendeu às demandas da justiça, portanto, Sua defesa vem de uma posição de força e retidão. Deus aceita a defesa de Seu Filho em nosso nome como parte de Seu acordo divino, estabelecido antes do início do mundo (1 Pedro 1:20; João 17:24; Apocalipse 13:8). Nossa posição como "a justiça de Cristo" é segura porque quem a comprou com Seu próprio sangue também é nosso Advogado (Romanos 4:25; 8:3; 1 Coríntios 1:30).

English


Voltar à página principal em português

O que significa que Jesus é nosso Advogado?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana