O que significa que Deus trabalha de maneiras misteriosas?


Pergunta: "O que significa que Deus trabalha de maneiras misteriosas?"

Resposta:
Deus trabalha de maneiras muitas vezes consideradas "misteriosas" — ou seja, os métodos de Deus geralmente deixam as pessoas totalmente confusas. Por que Deus disse a Josué e aos filhos de Israel que marchassem pela cidade de Jericó por uma semana (Josué 6:1–4)? Que bem poderia vir de Paulo e Silas sendo presos e espancados sem justa causa (Atos 16:22–24)?

Os processos que Deus usa, a interação da liberdade humana e da soberania de Deus, e os objetivos finais de Deus vão muito além do que a mente humana limitada pode entender. A Bíblia e os testemunhos dos cristãos através dos tempos estão repletos de histórias verdadeiras de como Deus transformou situação após situação, problema após problema, vida após vida, completamente de cabeça para baixo — e muitas vezes o faz da maneira mais inesperada, surpreendente e inexplicável.

A vida de José é um bom exemplo da maneira misteriosa como Deus às vezes trabalha (Gênesis 37:1–50:26). Em Gênesis 50:20, José diz a seus irmãos: "Vocês, na verdade, planejaram o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem." Nesta declaração, José resume os eventos de sua vida, começando com o mal que seus irmãos fizeram com ele e terminando com o reconhecimento de que tudo fazia parte do plano benéfico de Deus para resgatar o Seu povo da aliança (Gênesis 15:13–14).

Houve uma fome em Canaã, onde os descendentes de Abraão, o povo hebreu, haviam se estabelecido (Gênesis 43:1), por isso José tirou todos eles de Canaã e os trouxe para o Egito (Gênesis 46:26–27). José foi capaz de fornecer-lhes alimento porque havia se tornado governador do Egito e estava encarregado de comprar e vender alimentos (Gênesis 42:6). Por que José estava no Egito? Os seus irmãos o haviam vendido como escravo uns vinte anos antes e agora dependiam dele para o seu sustento (Gênesis 37:28). Essa ironia é apenas uma pequena parte do que aconteceu na vida de José. O movimento paradoxal de Deus é óbvio em toda a história de José. Se José não tivesse sido governador do Egito e levado seus parentes para lá, não haveria a história de Moisés nem êxodo do Egito quatrocentos anos depois (Êxodo 6:1–8).

Se José tivesse tido a escolha quanto aos seus irmãos o vendendo ou não como escravo, é razoável supor que teria dito "não". Se tivesse sido dada a José a escolha de ser preso ou não por falsas acusações (Gênesis 39:1–20), novamente, ele provavelmente teria dito "não". Quem escolheria voluntariamente tais maus-tratos? Mas foi no Egito que José conseguiu salvar a sua família, e foi na prisão que a porta se abriu para o palácio.

Deus disse que "desde o princípio anuncio o que há de acontecer" (Isaías 46:10-11), e podemos ter certeza de que todo evento na vida de um crente serve ao plano final de Deus (Isaías 14:24; Romanos 8:28). Para nossas mentes, a maneira como Deus tece eventos notáveis em e através de nossas vidas pode parecer ilógica e além da nossa compreensão. No entanto, andamos por fé e não pelo que vemos (2 Coríntios 5:7). Os cristãos sabem que os pensamentos de Deus estão acima dos nossos próprios pensamentos e os caminhos de Deus são mais altos que os nossos, "como os céus são mais altos do que a terra" (Isaías 55:8–9).

English


Voltar à página principal em português

O que significa que Deus trabalha de maneiras misteriosas?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana