Por que Deus odeia o divórcio?


Pergunta: "Por que Deus odeia o divórcio?"

Resposta:
Malaquias 2:16 é a passagem frequentemente citada que conta como Deus se sente em relação ao divórcio. "Eu odeio o repúdio", diz o Senhor Deus de Israel. No entanto, esta passagem diz muito mais que isso. Se voltarmos ao versículo 13, lemos: "Ainda fazeis isto: cobris o altar do SENHOR de lágrimas, de choro e de gemidos, de sorte que ele já não olha para a oferta, nem a aceita com prazer da vossa mão. E perguntais: Por quê? Porque o SENHOR foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança. Não fez o SENHOR um, mesmo que havendo nele um pouco de espírito? E por que somente um? Ele buscava a descendência que prometera. Portanto, cuidai de vós mesmos, e ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade."

Aprendemos várias coisas desta passagem. Primeiro, Deus não escuta os pedidos de bênção daqueles que quebraram a aliança do casamento. 1 Pedro 3:7 diz: "Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações" (ênfase adicionada). Há uma correlação direta entre o modo como um homem trata sua esposa e a eficácia de suas orações.

Deus explica claramente suas razões para estimar tão altamente o casamento. Ele diz que foi Ele quem "os fez um" (Malaquias 2:15). O casamento foi ideia de Deus. Se Ele o projetou, então Ele tem a autoridade de defini-lo. Qualquer desvio de Seu desígnio é abominável aos Seus olhos. O casamento não é um contrato; é uma aliança. O divórcio destrói todo o conceito de aliança que é tão importante para Deus.

Na Bíblia, Deus frequentemente fornece ilustrações para ensinar realidades espirituais. Quando Abraão ofereceu o seu filho Isaque no altar, isso foi um retrato do dia, centenas de anos depois, quando o Senhor Deus ofereceria o Seu único Filho (Gênesis 22:9; Romanos 8:32). Quando Deus exigiu sacrifícios de sangue pelo perdão dos pecados, Ele estava pintando uma figura do sacrifício perfeito que Ele mesmo faria na cruz (Hebreus 10:10).

O casamento é uma figura da aliança que Deus tem com o Seu povo (Hebreus 9:15). Uma aliança é um compromisso inquebrantável, e Deus quer que entendamos o quão sério é. Quando nos divorciamos de alguém com quem fizemos uma aliança, isso ridiculariza o conceito de aliança criado por Deus. A Igreja (aqueles indivíduos que têm recebido Jesus como Salvador e Senhor) é apresentada na Escritura como a “Noiva de Cristo” (2 Coríntios 11:2; Apocalipse 19:7-9). Nós, como o Seu povo, somos "casados" com Ele através de uma aliança que Ele estabeleceu. Uma ilustração semelhante é usada em Isaías 54:5 de Deus e Israel.

Quando Deus instituiu o casamento no Jardim do Éden, Ele o criou como uma figura da maior unidade que os seres humanos podem conhecer (Gênesis 2:24). Ele queria que entendêssemos a unidade que podemos ter com o próprio Deus através da redenção (1 Coríntios 6:17). Quando um esposo ou esposa escolhe violar essa aliança de casamento, isso estraga a imagem da aliança de Deus conosco.

Malaquias 2:15 nos dá outra razão pela qual Deus odeia o divórcio. Ele diz que está "buscando a descendência que prometera". O desígnio de Deus para a família era que um homem e uma mulher se comprometessem um com o outro por toda a vida e criassem filhos que entendessem o conceito de aliança também. As crianças criadas em uma casa saudável com seu pai e mãe têm uma probabilidade muito maior de estabelecer casamentos bem-sucedidos.

Quando perguntaram a Jesus por que a lei permitia o divórcio, Ele respondeu que Deus somente permitira "por causa da dureza do vosso coração… entretanto, não foi assim desde o princípio" (Mateus 19:8). Deus nunca pretendeu que o divórcio fosse uma parte da experiência humana, e muito o entristece quando endurecemos nossos corações e quebramos uma aliança que Ele criou.

English
Voltar à página principal em português

Por que Deus odeia o divórcio?

Assine a pergunta da semana