Como faço para tirar da minha mente a imagem de Deus sendo imponente e furioso?



 

Pergunta: "Como faço para tirar da minha mente a imagem de Deus sendo imponente e furioso?"

Resposta:
Talvez considerar uma das declarações mais profundas na Bíblia ajude: "Deus é amor" (1 João 4:8). Nunca houve uma declaração mais importante que essa - Deus é amor. Esta é uma declaração profunda. Deus não apenas ama; Ele é amor. O amor faz parte da sua natureza e essência. O amor permeia o seu próprio ser e infunde todos os seus outros atributos, até mesmo a sua ira e fúria. Quando enxergamos Deus como sendo raivoso, é importante lembrar que a sua ira é filtrada pelo seu grande amor.

Também é importante entender que Deus nunca está irado com os seus filhos, aqueles que vieram à fé em Cristo para receber o perdão dos pecados. Toda a sua ira foi derramada sobre o seu próprio Filho na cruz, e Ele nunca mais vai ficar enfuriado com aqueles por quem Cristo morreu. A Bíblia nos diz que "Deus é justo juiz, Deus que sente indignação todos os dias" (Salmo 7:11), mas nós que pertencemos a Cristo não mais recebemos a sua indignação. Somos perfeitos aos olhos de Deus, porque quando Ele olha para nós, vê Jesus. "Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus" (2 Coríntios 5:21). Toda a ira de Deus contra o nosso pecado foi derramada sobre Jesus na cruz, e Ele simplesmente não vai jamais ficar furioso conosco se já colocamos a nossa fé em Cristo. Deus faz isso devido ao seu grande amor pelos que lhe pertencem.

O fato de que Deus é amor não anula a sua santa exigência de perfeição. No entanto, porque é amor, Ele enviou Cristo para morrer na cruz em nosso lugar, e isso satisfaz completamente essa exigência. Porque Ele é amoroso, Deus providenciou um caminho para que o homem não ficasse mais separado dele devido ao pecado, mas fosse capaz de entrar em um relacionamento com Ele, como uma parte bem-vinda da Sua família, nela colocado por causa da obra consumada de Cristo na cruz (João 1:12; 5:24).

Se, mesmo sabendo dessas coisas, ainda enxergamos Deus como raivoso e imponente, pode ser que não tenhamos ainda certeza da nossa própria relação com Ele. A Bíblia nos incentiva a "Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé" (2 Coríntios 13:5). Se tivermos dúvidas de que realmente pertencemos a Cristo, só precisamos nos arrepender e pedir-lhe para nos salvar. Ele nos perdoará os nossos pecados e nos dará o seu Espírito Santo que vai viver em nossos corações e assegurar-nos de que somos seus filhos. Quando tivermos a certeza de que somos dele, podemos nos aproximar ainda mais ao ler e estudar a sua Palavra e ao pedir-lhe que se mostre a nós como realmente é. Deus ama cada um de nós e deseja ter um relacionamento pessoal conosco. Ele nos assegurou que, se o buscarmos com todo o nosso coração, certamente iremos encontrá-lo (Jeremias 29:13). Só assim realmente iremos conhecê-lo, não como imponente e raivoso, mas como um Pai amoroso e misericordioso.


Voltar à página principal em português

Como faço para tirar da minha mente a imagem de Deus sendo imponente e furioso?