O que é o Carnaval?


Pergunta: "O que é o Carnaval?"

Resposta:
O Carnaval é um festival realizado em muitos países predominantemente católicos romanos nos dias que antecedem a Quaresma. Em contraste com o foco de quarenta dias da temporada quaresmal de jejum e abnegação, o Carnaval é um tempo de excesso e autoindulgência - um tempo para "comer, beber e se divertir, para amanhã fazer dieta". O Carnaval é a indulgência antes do jejum, uma última farra antes de ter que desistir de algo por quarenta dias. O Carnaval mais famoso é realizado no Rio de Janeiro, Brasil, todos os anos. Outros carnavais são realizados na Itália, Veneza, Uruguai e Espanha, além de outras partes do Brasil. Nos Estados Unidos, o Mardi Gras é o equivalente ao Carnaval.

A ideia básica por trás do Carnaval é que você pode festejar e viver do jeito que quiser por um tempo - e depois confessar o seu pecado na quarta-feira de cinzas. Diferentes países têm diferentes períodos de Carnaval, mas na maioria dos lugares a festa hedonista se estende por cerca de uma semana, com eventos pré-carnaval, desfiles, danças culturais e festas nas ruas. Em alguns lugares, existem até eventos pós-carnaval, sendo a quarta-feira de cinzas engolida por mais festas.

Para muitas pessoas, a semana do Carnaval é um passe gratuito para fazer o que quiser. Os foliões são bem abertos sobre as suas atividades carnais: a cada ano no Rio de Janeiro existe uma cerimônia em que as chaves da cidade são entregues ao "rei das delícias carnais". Na mente dos foliões, qualquer mau comportamento durante o Carnaval é justificado. Durante o Carnaval, nada "conta"; é como se nunca tivesse acontecido. Por causa da licença para pecar, as pessoas mentem, brigam, embebedam-se, usam drogas e se envolvem em promiscuidade sexual mais do que em qualquer outra época do ano. O crime é um problema perene no Carnaval, com prisões feitas todos os anos por agressão sexual, assassinato, jogo ilegal, roubo, porte ilegal de armas, etc.

O mundo afirma que o Carnaval se trata de celebrar a vida, mas as atividades lascivas toleradas pelos seus frequentadores levam à morte (Provérbios 11:19). Os foliões do Carnaval empunham a falsa bandeira da felicidade e da alegria, mas por baixo de tudo isso há rebelião contra Deus.

Algumas igrejas no Brasil planejam retiros para se afastar de todo o clamor e corrupção do Carnaval e se concentrar em coisas espirituais. Outras igrejas e grupos missionários aproveitam o Carnaval para testemunhar nas ruas, na tentativa de evangelizar os perdidos.

“Amados, peço a vocês… que se abstenham das paixões carnais, que fazem guerra contra a alma” (1 Pedro 2:11). O Carnaval é uma celebração das concupiscências carnais das quais devemos nos abster. Estamos em uma batalha espiritual. Estão em jogo a saúde, a força, a liberdade, a pureza e o conforto de nossas almas.

Quando brincamos com o pecado e com as concupiscências carnais que guerreiam contra a nossa alma, tornamo-nos como Sansão no colo de Dalila (veja Juízes 16:4–6, 15–21). O cristão que brinca com luxúrias carnais como as que são celebradas no Carnaval é como Sansão brincando com Dalila. E, como Sansão no colo de Dalila, o cristão que abre mão da sua moralidade corre o risco de perder a sua força e liberdade espirituais.

Nós somos “todos…filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas” (1 Tessalonicenses 5:5; cf. Romanos 13:13-14). Em vez de buscar celebrações mundanas como o Carnaval, faríamos bem em atender Gálatas 5:16: “Digo, porém, o seguinte: vivam no Espírito e vocês jamais satisfarão os desejos da carne”.

English
Voltar à página principal em português

O que é o Carnaval?

Descubra como ...

receber a vida eterna



receber o perdão de Deus



Assine a pergunta da semana