settings icon
share icon
Pergunta

De acordo com a Bíblia, a quem devemos ser submissos, e por quê?

Resposta


A submissão é um conceito que parece ir contra a natureza humana e, no entanto, todos vemos a necessidade dela em certos aspectos da vida. Sem submissão, as coisas rapidamente caem no caos, pois todos se esforçam para estar no comando. Mesmo que às vezes seja ridicularizada como um sinal de fraqueza, a submissão é realmente um dos pilares mais fortes de uma sociedade estável. O que a Bíblia diz sobre os parâmetros de submissão?

Em primeiro lugar, precisamos entender corretamente a submissão. A palavra grega do Novo Testamento é hupotasso, que significa "submeter ou acomodar sob". É uma palavra militar que se refere a soldados de baixa posição sendo colocados sob as ordens de oficiais superiores. Portanto, a palavra submissão deriva de um reconhecimento da ordem e autoridade relevantes.

Toda autoridade vem de Deus, o Criador do céu e da terra, e temos a obrigação de nos submeter a Ele (Tiago 4:7). Quando tivermos nos submetido a Deus, nossa mais alta Autoridade, fica mais fácil reconhecer e seguir a cadeia da autoridade humana neste mundo. Davi respeitava a autoridade do rei Saul como aquele que Deus havia ungido (1 Samuel 26:11). Daniel respeitava a autoridade do rei Dario (Daniel 6:21). Romanos 11:36 nos lembra que todas as coisas são de Deus, por Deus e para Deus, então Ele é a autoridade suprema.

O próprio Jesus reconheceu a autoridade de Deus e se submeteu a ela. Em João 4:34, Jesus disse que Seu propósito era "fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra", e em João 5:30: "...não procuro a minha própria vontade, e sim a daquele que me enviou". Toda a vida de Jesus foi de submissão ao Pai, culminando com a Sua grande oração de submissão pouco antes da Sua morte: "Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres" (Mateus 26:39). Se queremos ser discípulos de Cristo, devemos nos submeter à autoridade de Cristo, assim como Ele Se submeteu à autoridade do Pai (Lucas 6:46; 14:27).

Isso nos leva à pergunta mais comum: a quem devemos nos submeter, quando e por quê? O "porquê" é fácil de responder: porque Deus o ordena, e Ele é a autoridade suprema. 1 Pedro 2:13-14 apresenta o conceito geral: "Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem." Visto que toda autoridade vem de Deus, devemos nos submeter a quem tem autoridade sobre nós. Ao fazer isso, submetemo-nos a Deus. Da mesma forma, rebelar-se contra as autoridades equivale a rebelar-se contra Deus. Esta é uma das razões pelas quais os cristãos, ao longo dos séculos, se deixaram martirizar em vez de tomar armas contra o Estado.

As esposas devem se submeter a seus próprios maridos como um ato de reverência e adoração a Deus (1 Pedro 3:1-6). O exemplo que Pedro menciona de Sara e Abraão aponta para uma época em que Abraão lhe disse para mentir para se proteger (Gênesis 20:13). Embora parecesse que ela estava se colocando em perigo, ela se submeteu e Deus agiu para protegê-la. Pedro diz que Deus usará esse tipo de submissão para conquistar um marido desobediente e infiel.

Os jovens devem se submeter aos mais velhos (1 Pedro 5:5), mostrando reverência por sua idade e sabedoria. Esta é uma continuação da ordem dada aos filhos em Deuteronômio 5:16: honre seu pai e sua mãe. Aos pais é confiada a responsabilidade de criar e treinar seus filhos, e os filhos devem honrar e obedecer a seus pais. Obedecer e honrar os mais velhos, e reconhecer que sabem mais do que nós, estabelece a estrutura de uma boa sociedade.

Os cristãos são instruídos a se submeterem uns aos outros por reverência a Cristo (Efésios 5:21). Isso evita o orgulho egoísta e se encaixa bem com o mandamento de considerar os outros melhores do que nós mesmos (Filipenses 2:3). Se nosso propósito nesta terra é fazer a vontade de Deus, então submeter-se a outra pessoa se torna um ato de confiança em Deus. Por natureza, procuramos nossos melhores interesses, mas se confiarmos que Deus cuidará de nós, teremos a liberdade de cuidar dos outros.

Nosso serviço aos nossos chefes também se encaixa na estrutura de submissão. Efésios 6:5-8 diz que devemos obedecer a nossos senhores como a Cristo, e fazê-lo de todo o coração, como se estivéssemos servindo ao Senhor. A razão no versículo 8 é que “cada um, se fizer alguma coisa boa, receberá isso outra vez do Senhor, quer seja servo, quer livre”. Tudo se resume a reconhecer a autoridade e o controle de Deus sobre nossas vidas.

Mesmo quando uma autoridade superior viola a ordem de Deus, podemos nos submeter de maneira piedosa. Quando os apóstolos foram presos por pregar sobre Jesus, eles não resistiram. No entanto, quando instruídos a parar de pregar a Jesus, responderam: "Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29). Apelaram para uma autoridade superior e continuaram a pregar Jesus abertamente, embora isso provocasse perseguição. Em alguns casos, Deus os libertou milagrosamente. Em outros, Deus permitiu o martírio. Em todos os casos, eles se regozijaram "por terem sido considerados dignos de sofrer afrontas por esse Nome" (Atos 5:41).

A Bíblia tem muitas outras coisas a dizer sobre a submissão, mas esses breves exemplos dão a ideia principal. Deus é a autoridade suprema, e Ele estabeleceu autoridades terrenas. Quando permanecemos dentro dessa estrutura, Deus fica satisfeito e podemos vê-lo trabalhando em nosso favor.

English



e
Voltar à página principal em português

De acordo com a Bíblia, a quem devemos ser submissos, e por quê?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries