O que a Bíblia diz sobre a moderação?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a moderação?"

Resposta:
A moderação evita extremos, exercita a contenção e está relacionada ao autocontrole. A moderação é uma coisa boa, mas viver uma vida de moderação é um desafio. Grande parte da cultura ocidental, especificamente, está saturada de excesso. A Bíblia nos ensina que o excesso não funciona tão bem e nos ajuda a entender como e por que devemos viver com moderação.

Um excelente livro da Bíblia que trata sobre a moderação é Eclesiastes. O rei Salomão foi o rei mais sábio a governar Israel e experimentou o excesso. Podemos aprender muito com as conclusões deste sábio rei. Em Eclesiastes 2, Salomão lista muitos projetos e prazeres diferentes que buscou: “Tudo quanto desejaram os meus olhos não lhes neguei, nem privei o coração de alegria alguma, pois eu me alegrava com todas as minhas fadigas, e isso era a recompensa de todas elas” (versículo 10). No entanto, no final, ele ficou insatisfeito: “Considerei todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também o trabalho que eu, com fadigas, havia feito; e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento, e nenhum proveito havia debaixo do sol” (versículo 11). Salomão não apenas testou os limites do prazer, como também fez o mesmo com coisas que normalmente vemos como boas, como a sabedoria (Eclesiastes 1:12-18) e o trabalho duro (Eclesiastes 2:17–23). A conclusão de Salomão foi que todo o seu esforço era sem sentido por si mesmo. É um presente de Deus aproveitar a vida e os dons provenientes dEle (Eclesiastes 5:19). No entanto, valorizar essas coisas mais do que Deus nos deixa ainda desejando o que nossos corações realmente precisam - dEle.

Mesmo as coisas boas podem se tornar um obstáculo para nós, se usadas sem moderação. O chocolate é bom, mas muito não é saudável. O sono é necessário, mas a Bíblia diz que dormir demais leva à pobreza (Provérbios 6:9–11). As crianças são naturalmente imoderadas - querem ouvir a mesma história repetidas vezes, querem comer muito de uma coisa, não têm restrições para expressar emoções. Parte de crescer em maturidade é aprender a dizer “não” a si mesmo, ou seja, aprender o valor da moderação.

Um dos tópicos mais comuns em relação à moderação é o consumo de álcool. Efésios 5:18 manda: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução...” Equilibre isso com o fato de que o próprio Jesus não se absteve completamente de beber (veja Mateus 11:19) e com a declaração de Paulo a Timóteo: “Não continues a beber somente água; usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades” (1 Timóteo 5:23). Ao considerar todos esses versículos juntos, fica claro que a Bíblia permite beber álcool, mas absolutamente o proíbe até o ponto de embriaguez, que é o excesso. Algumas pessoas concluem que é melhor não beber de forma alguma, e isso é perfeitamente aceitável também.

Praticar a moderação é uma boa disciplina. De fato, o autocontrole é uma das qualidades que o Espírito Santo produz na vida de um crente (Gálatas 5:22-23). Quando não estamos vivendo com moderação - quando não temos autocontrole em uma determinada área de nossas vidas - isso pode indicar que não estamos permitindo a presença de Deus plenamente nessa área. Não precisamos viver na derrota. Deus não condena Seus filhos (Romanos 8:1), e já recebemos a vitória sobre todo pecado (Atos 13:38–39). Além disso, o Espírito quer nos dar autocontrole. Quando nos entregamos a Deus como “sacrifícios vivos” (Romanos 12:1), Ele atenderá às necessidades que estamos tentando satisfazer por conta própria (1 Timóteo 6:17). As ovelhas que seguem o Bom Pastor “não faltarão nada” (Salmo 23:1).

O mundo apela à luxúria da carne e avança a mentira de que o que precisamos é mais prazer, mais coisas, mais entretenimento, etc. O que realmente precisamos é de Deus. Deus nos criou para precisar e desejá-lo acima de tudo (ver Mateus 4:4). Todas as outras coisas devem ser moderadas.

A única área em que não precisamos nos preocupar com a moderação é o próprio Deus. Devemos amar a Deus sem limites (Lucas 10:27). Nunca podemos ter muito de Deus, e nunca podemos amá-lo demais. E quanto mais pedimos a Ele que nos encha e invada nossas vidas com o Seu Espírito Santo, mais fácil se torna viver com moderação em todas as outras coisas.

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre a moderação?

Assine a pergunta da semana