O que a Bíblia diz sobre a ganância?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a ganância?"

Resposta:
A ganância é um desejo forte e egoísta de ter mais de alguma coisa, geralmente dinheiro ou poder. Há muitas advertências na Bíblia sobre ceder à ganância e anseio por riquezas. Jesus advertiu: “Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui” (Lucas 12:15). “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam… Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:19, 24b). Jesus buscou a aquisição de dinheiro? Não. Pelo contrário, Ele se tornou pobre por nossa causa (2 Coríntios 8:9) e não teve “onde reclinar a cabeça” (Mateus 8:20). Nem Jesus buscou o poder. Em vez disso, Ele instruiu: "Mas entre vós não é assim; pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos. Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (Marcos 10:43-45).

A ganância e o desejo de riquezas são armadilhas que trazem ruína e destruição. “Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males”, e os cristãos são advertidos: “nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza” (veja 1 Timóteo 6:9-10, 17-18). A cobiça, ou ter um desejo excessivo ou ganancioso por mais, é idolatria. Efésios 5:5 diz: "Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou avarento, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus." O princípio a ser lembrado está contido em Hebreus 13:5: “Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes; porque ele tem dito: De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei.”

É o amor do dinheiro, e não o dinheiro em si, que é o problema. O amor ao dinheiro é um pecado porque atrapalha a adoração a Deus. Jesus disse que era muito difícil que os ricos entrassem no Reino de Deus. Quando o jovem rico perguntou a Jesus o que deveria fazer para herdar a vida eterna, Jesus lhe disse que vendesse todas as suas posses e desse o dinheiro aos pobres. “Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades” (ver Mateus 19:16-22). Ao instruí-lo a abrir mão de seu dinheiro, Jesus apontou o principal problema do jovem: ganância ou amor ao dinheiro. O homem não pôde seguir a Cristo porque estava seguindo o dinheiro. Seu amor por este mundo interferiu em seu amor por Deus.

A ganância se recusa a ficar satisfeita. Mais frequentemente do que não, quanto mais temos, mais queremos. Posses materiais não nos protegerão - nesta vida ou eternamente. A parábola de Jesus do rico tolo em Lucas 12:13–21 ilustra bem esse ponto. Mais uma vez, o dinheiro ou a riqueza não é o problema. O problema é a nossa atitude em relação a isso. Quando colocamos nossa confiança na riqueza ou somos consumidos por um desejo insaciável por mais, estamos deixando de dar a Deus a glória e adoração que Ele merece. Devemos servir a Deus, e não desperdiçar nosso tempo tentando nos tornar ricos (Provérbios 23:4). O desejo do nosso coração deve ser de armazenar riquezas no céu e não nos preocupar com o que vamos comer, beber ou vestir. "… buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (ver Mateus 6:25-34).

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre a ganância?

Assine a pergunta da semana