O que a Bíblia diz sobre o estresse?


Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre o estresse?"

Resposta:
O dicionário define o estresse como "tensão física, mental ou emocional". Algum estresse é necessário e até bom - como a tensão física que colocamos em nossos músculos para torná-los mais fortes. No entanto, quando falamos de "estresse", geralmente nos referimos à tensão mental ou emocional excessiva ou negativa. Embora o "estresse" não seja especificamente mencionado na Bíblia, as Escrituras falam de coisas como ansiedade, preocupação e problemas - coisas que costumamos associar ao estresse - e nos dão respostas claras sobre como devemos lidar com elas.

Todo mundo sofre de estresse de uma vez ou outra. Como naturalmente lidamos com ele depende em grande parte de quem somos. Para alguns, o estresse emocional causa doenças físicas. Outros podem se tornar hiperprodutivos. Por outro lado, algumas pessoas sob estresse desligam-se mental e emocionalmente. E, claro, há várias outras respostas. O estresse é uma experiência humana comum, particularmente em um mundo onde as demandas por nosso tempo e atenção parecem ser intermináveis. Nossos empregos, saúde, família, amigos e até atividades ministeriais podem nos dominar. A solução final para enfatizar é entregar nossas vidas a Deus e buscar Sua sabedoria em relação às prioridades, bem como a Sua capacitação para fazer as coisas para as quais Ele nos chama. Ele sempre dá o suficiente, então não precisamos ser derrotados pelo estresse.

Uma causa comum de estresse é financeira. Nós nos preocupamos com o dinheiro porque nunca sentimos que temos o suficiente. Preocupamo-nos em poder pagar todas as nossas contas, muitas vezes vivendo de contracheque a contracheque. Ou nos deixamos consumir pelo materialismo e, por sua vez, estressamo-nos para manter nosso estilo de vida. Alguns ficam estressados com as finanças porque não confiam em Deus para fornecer as necessidades básicas da vida. Entretanto, Jesus disse: "Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?" (Mateus 6:25, 27). É verdade que somos chamados a ser bons mordomos do dinheiro e prover para nossas famílias (1 Timóteo 5:8), mas nunca devemos esquecer que Deus é, em última instância, o nosso Provedor. Se pertencemos a Ele, não precisamos temer ser abandonados. Por outro lado, há aqueles cuja tensão financeira é causada mais pela cobiça materialista do que pela verdadeira necessidade. O materialismo inevitavelmente leva ao estresse porque, quando buscamos os bens do mundo, caímos na "fascinação da riqueza" (Marcos 4:19), a mentira de que tais coisas aliviam o estresse e levam à felicidade, ao contentamento e à alegria. Isso não é verdade.

Também podemos nos encontrar estressados quando enfrentamos dificuldades ou provações. Tiago 1:2-4 aconselha: "Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes." Quando nos deparamos com dificuldades, podemos sucumbir ao estresse, ou podemos vê-lo como um meio pelo qual Deus pode fortalecer nossa fé e moldar nosso caráter (Romanos 5:3–5; 8:28–29). Quando redirecionamos nosso foco a Deus, encontramos consolo em nossos sofrimentos e forças para suportar (2 Coríntios 1:3–4; 12:9–10).

Não importa o tipo de estresse em nossas vidas, o ponto de partida para lidar com ele é Jesus Cristo. Jesus nos oferece grande encorajamento em João 14:1: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim." Nós precisamos desesperadamente dEle em nossas vidas. Precisamos dEle porque Ele é o único que pode nos dar força para lidar com os problemas em nossas vidas. Acreditar nEle não significa que teremos uma vida sem problemas ou que não sentiremos o peso do estresse em nossas vidas. Significa simplesmente que uma vida sem Jesus Cristo torna o enfrentamento do estresse uma tarefa impossível e muitas vezes debilitante.

Acreditar leva à confiança. Provérbios 3:5-6 nos diz para confiar "no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas." Apoiar-nos em "nosso próprio entendimento" geralmente significa adotar as formas mundanas de aliviar o estresse - coisas como álcool, drogas ou entretenimento irracional. Em vez disso, devemos confiar em Sua Palavra como nosso melhor guia para uma vida com redução de estresse. Davi diz: "Busquei o SENHOR, e ele me acolheu; livrou-me de todos os meus temores" (Salmo 34:4). Davi sabia que encontraria o favor de Deus se O buscasse e compartilhasse os Seus problemas com Ele. O Senhor, por sua vez, respondeu-lhe e acalmou-o.

Talvez nenhuma passagem nas Escrituras capte melhor como lidar com o estresse do que Filipenses 4:6-7: "Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus." O Senhor nos diz para não ficarmos ansiosos por nada, mas sim para entregar tudo a Ele em oração. Levantar nossos fardos e preocupações para um Deus santo e justo diariamente mitigará ou eliminará o estresse em nossas vidas. O Salmo 55:22 nos diz para lançarmos todos os nossos cuidados no Senhor porque Ele nos sustentará e nunca nos desapontará (ver também 1 Pedro 5:6–7). Jesus Cristo oferece paz se nos aproximarmos dEle com nossas preocupações. "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize" (João 14:27).

O estresse de todos os tipos é uma parte natural da vida (Jó 5:7, 14:1; 1 Pedro 4:12; 1 Coríntios 10:13). No entanto, como lidamos com ele depende de nós. Se escolhermos tentar vencê-lo sozinhos, não encontraremos alívio duradouro. A única maneira pela qual podemos lidar de forma consistente e bem-sucedida com o estresse é com Jesus Cristo. Primeiro, devemos acreditar nEle. Em segundo lugar, precisamos confiar nEle e obedecê-lo. Devemos confiar que Jesus sempre fará o que é certo porque os Seus caminhos são sempre melhores para nós. A desobediência e o pecado podem produzir estresse e nos separar do único meio de paz e alegria. Quando obedecemos aos Seus mandamentos, colhemos as bênçãos do verdadeiro contentamento dado por um Deus amoroso. Finalmente, precisamos buscar a Sua paz diariamente quando enchemos nossas mentes com a Sua Palavra, elevamos todas as coisas para Ele em oração, e sentamo-nos a Seus pés com admiração e reverência. É somente pela Sua graça, misericórdia e amor que o estresse em nossas vidas pode ser gerenciado.

English
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre o estresse?

Assine a pergunta da semana