settings icon
share icon
Pergunta

O que a Bíblia diz sobre o criticismo?

Resposta


O criticismo é o ato de julgar desfavoravelmente ou encontrar falhas. Muitas vezes é apropriado julgar uma pessoa, coisa ou ação desfavoravelmente. De fato, um verdadeiro amigo falará a verdade mesmo quando for difícil de ouvir: “Leais são as feridas feitas pelo que ama, porém os beijos de quem odeia são enganosos” (Provérbios 27:6). Jesus foi bastante crítico da hipocrisia dos fariseus e expressou sua desaprovação à força em várias ocasiões (por exemplo, Mateus 23). No entanto, as críticas de Jesus sempre foram verdadeiras e, em última análise, amorosas.

Visto que Deus ama as pessoas e quer o melhor para elas, Ele aponta falhas, deficiências e pecados. A Bíblia dá vários exemplos de críticas:

"Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis" (Atos 7:51).

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca" (Apocalipse 3:15-16).

Nosso discurso deve ser edificante. Primeira Tessalonicenses 5:11 diz: “Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo.” Hebreus 10:24 diz: "Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras". E Gálatas 6:1 dá a motivação principal para criticar - com um aviso: "Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado." A Bíblia dá ainda mais detalhes sobre como garantir que nossa crítica seja edificante:

Ancore o criticismo no amor
Efésios 4:15 (“seguir a verdade em amor”) deve ser nosso principal guia em criticar. A crítica piedosa é verdadeira e amorosa. Vem de um coração humilde e carinhoso que deseja o melhor para a outra pessoa. Não é amargo, condescendente, insultuoso ou frio. 2 Timóteo 2:24-25a diz: "Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e sim deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente, disciplinando com mansidão os que se opõem". E 1 Coríntios 13:4-7 nos exorta: “O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” A crítica, se for amorosa, expressará esses atributos.

Certifique-se de que as críticas sejam baseadas na verdade
Críticas baseadas em boatos não ajudam; é fofoca. A crítica desinformada geralmente acaba constrangendo o crítico quando a verdade é revelada (veja Provérbios 18:13). Os fariseus hipócritas criticaram Jesus com base em seus próprios padrões defeituosos; a verdade não estava do lado deles. Podemos criticar adequadamente o que a Bíblia critica. Segunda Timóteo 3:16 diz que a Escritura é proveitosa para reprovação e correção. Em outras palavras, a Palavra inspirada de Deus nos leva a analisar criticamente as situações cotidianas.

Cuidado com o espírito crítico
Há uma diferença significativa entre ajudar alguém a melhorar e ter um espírito crítico. Um espírito crítico nunca está satisfeito. Um espírito crítico espera e encontra decepção onde quer que olhe. É o oposto de 1 Coríntios 13: um espírito crítico julga com arrogância, irrita-se facilmente, faz uma lista de todos os erros e nunca tem esperança de ser satisfeito. Tal atitude prejudica tanto o criticado quanto o crítico.

A crítica bíblica é útil, amorosa e baseada na verdade. A correção deve ser gentil. Vem do amor, não de uma personalidade azeda. Gálatas 5:22-23 diz que o Espírito quer produzir em nós amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Se a crítica não pode ser expressa de acordo com o fruto do Espírito, é melhor não dizer.

English



e
Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre o criticismo?
Assine a

Pergunta da Semana

Comparte esta página: Facebook icon Twitter icon Pinterest icon Email icon
© Copyright Got Questions Ministries