Quem é o arcanjo Miguel?



 

Pergunta: "Quem é o arcanjo Miguel?"

Resposta:
O arcanjo Miguel é descrito na Bíblia (nos livros de Daniel, Judas e Apocalipse) como um anjo guerreiro que se envolve no combate espiritual. A palavra arcanjo significa "anjo do mais alto nível". A maioria dos anjos na Bíblia é retratada como mensageiros, mas Miguel é descrito em todos os três livros como contendendo, lutando ou estando contra os espíritos malignos e os principados (Daniel 10:13; 21; Judas 1:9, Apocalipse 12:7). Não temos uma imagem completa de nenhum anjo, e apenas dois são nomeados na Bíblia (Gabriel é o outro). A Escritura apenas nos dá pistas de seus movimentos durante eventos humanos, mas é seguro dizer que o arcanjo Miguel é um ser poderoso.

Apesar de seu grande poder, Miguel ainda está em total submissão ao Senhor. A sua dependência no poder do Senhor é vista em Judas 1:9. Os anjos justos têm uma classificação e são submissos à autoridade - por isso são usados como um retrato da submissão de uma esposa ao seu marido (1 Coríntios 11:10). Levando em consideração a força do arcanjo Miguel, a sua submissão a Deus é ainda mais bela. Se a submissão de anjos for um argumento para a submissão da mulher, podemos ver que a submissão nunca é destinada a tirar a sua força, propósito ou valor.

O profeta Daniel é informado de que o arcanjo Miguel é "o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo" (Daniel 12:1). O povo de Daniel é judeu, e o fato de que Miguel os "protege" sugere que Deus criou vários anjos sagrados em vários países ou grupos de pessoas. Os demônios parecem ter uma hierarquia semelhante (veja Daniel 10:20). O fato de Miguel ser um "grande príncipe" indica que ele tem autoridade no domínio espiritual. Há outros também - Daniel 10:13 diz que Miguel é "um dos primeiros príncipes".

O arcanjo Miguel tem, assim parece, um papel proeminente nos eventos dos tempos finais. O anjo do Senhor disse a Daniel que, durante o tempo do fim, Miguel "se levantará" e haveria um tempo de problemas insuperáveis - uma referência à Grande Tribulação (Daniel 12:1). Israel tem garantia de proteção durante este tempo, que será seguido por uma grande ressurreição dos mortos - alguns à vida eterna e outros à vergonha eterna (Daniel 12:2). O arrebatamento da igreja será acompanhado por "a voz do arcanjo" (1 Tessalonicenses 4:16). Essa passagem poder ser uma referência a Miguel, mas as Escrituras não o nomeiam especificamente aqui.

A última menção do arcanjo Miguel aparece em Apocalipse 12:7. Durante a tribulação, "Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos." Miguel e as forças do céu derrotam o dragão (Satanás), e o Diabo é lançado à terra. Lá, enfurecido, Satanás "foi pelejar com os restantes da sua descendência, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus" (Apocalipse 12:17).

Existe uma guerra espiritual sendo lutada pelos corações e almas da humanidade. O arcanjo Miguel é um forte príncipe angélico que protege Israel e, de forma submissa, serve a Deus quando luta contra Satanás. O Diabo pode fazer o seu pior, mas "não prevalecerá" na sua tentativa de conquistar as forças do céu (Apocalipse 12:8).


Voltar à página principal em português

Quem é o arcanjo Miguel?