O que é a regeneração batismal?



Pergunta: "O que é a regeneração batismal?"

Resposta:
A regeneração batismal é a crença de que o batismo é necessário para a salvação ou que, mais precisamente, a regeneração não ocorre até que uma pessoa seja batizada na água. A regeneração batismal é um crença de inúmeras denominações cristãs, mas é mais vigorosamente promovida por igrejas do Movimento da Restauração, especificamente a Igreja de Cristo e a Igreja Internacional de Cristo.

Os defensores da regeneração batismal apontam a certos versículos bíblicos (ex: Marcos 16:16, João 3:5, Atos 2:38, Atos 22:16, Gálatas 3:27 e 1 Pedro 3:21) como apoio bíblico. E, é verdade, esses versículos parecem indicar que o batismo é necessário para a salvação. No entanto, existem interpretações bíblica e contextualmente sólidas desses versículos que não suportam a regeneração batismal.

Os defensores da regeneração batismal normalmente têm uma fórmula de quatro partes de como a salvação é recebida. Eles acreditam que uma pessoa deva crer, arrepender-se, confessar e ser batizada para ser salva. Acreditam desta forma porque há passagens bíblicas que parecem indicar que cada uma dessas ações é necessária para a salvação. Por exemplo, Romanos 10:9-10 liga a salvação com a confissão. Atos 2:38 liga a salvação com o arrependimento e batismo.

O arrependimento, entendido biblicamente, é necessário para a salvação. O arrependimento é uma mudança de mente. O arrependimento, em relação à salvação, é deixar de lado a rejeição de Cristo e passar a aceitá-lo. Não é um passo separado da fé salvadora. Pelo contrário, é um aspecto essencial da fé salvadora. Uma pessoa não pode receber a Jesus Cristo como Salvador, pela graça através da fé, sem uma mudança de mente sobre quem Ele é e o que Ele fez.

A confissão, entendida biblicamente, é uma demonstração de fé. Se uma pessoa realmente recebeu Jesus Cristo como Salvador, proclamar essa fé aos outros será um resultado. Se uma pessoa tiver vergonha de Cristo e/ou vergonha da mensagem do evangelho, é altamente improvável que tenha realmente entendido o evangelho ou experimentado da salvação que só Cristo oferece.

O batismo, entendido biblicamente, é uma identificação com Cristo. O batismo cristão ilustra a identificação do crente com a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo (Romanos 6:3-4). Tal como acontece com a confissão, se uma pessoa não estiver disposta a ser batizada - disposta a identificar a sua vida como sendo redimida por Jesus Cristo – então é bem provável que ainda não foi transformada a uma nova criação (2 Coríntios 5:17) através da fé em Jesus Cristo .

Aqueles que sustentam a regeneração batismal e/ou essa fórmula de quatro partes para receber a salvação não veem essas ações como obras meritórias que ganham salvação. Arrepender-se, confessar, etc., não tornam uma pessoa digna de salvação. Em vez disso, o ponto de vista oficial é que a fé, o arrependimento, a confissão e o batismo são "obras de obediência", coisas que uma pessoa deva fazer para que Deus conceda a salvação. Embora o entendimento protestante padrão seja de que a fé é a única coisa que Deus requer para que a salvação seja concedida, os que seguem a convicção da regeneração batismal acreditam que o batismo - e, para alguns, o arrependimento e a confissão - são coisas adicionais que Deus requer antes de conceder a salvação.

O problema com este ponto de vista é que há passagens bíblicas que clara e explicitamente declaram a fé como o único requisito para a salvação. João 3:16, um dos versículos mais conhecidos da Bíblia, afirma: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." Em Atos 16:30, o carcereiro de Filipos pergunta ao apóstolo Paulo: "Que devo fazer para que seja salvo?” Essa era a oportunidade perfeita para que Paulo apresentasse uma fórmula de quarto partes. No entanto, a sua resposta foi simples: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (Atos 16:31). Nenhum batismo, nenhuma confissão, apenas fé.

Há literalmente dezenas de versículos do Novo Testamento que atribuem a salvação à fé/crença sem qualquer outro requisito sendo mencionado no contexto. Se o batismo, ou qualquer outra coisa, fosse necessário para a salvação, então todos estes versículos estão errados e a Bíblia contém erros e não é mais digna de nossa confiança.

Um estudo exaustivo do Novo Testamento sobre vários requisitos para a salvação não é necessário. Receber a salvação não é um processo ou uma fórmula de vários passos. A salvação é um produto acabado, não uma receita. O que devemos fazer para que sejamos salvos? Devemos crer no Senhor Jesus Cristo e seremos salvos.


Voltar à página principal em português

O que é a regeneração batismal?