Quais são os nomes e títulos do Espírito Santo?



Pergunta: "Quais são os nomes e títulos do Espírito Santo?"

Resposta:
O Espírito Santo é conhecido por muitos nomes e títulos, a maioria dos quais denota alguma função ou aspecto do Seu ministério. Abaixo estão alguns dos nomes e descrições que a Bíblia usa para o Espírito Santo:

Autor da Escritura: (2 Pedro 1:21, 2 Timóteo 3:16) A Bíblia é inspirada, literalmente "soprada por Deus", pelo Espírito Santo, a terceira Pessoa da Trindade. O Espírito moveu os autores de todos os 66 livros para gravar exatamente o que Ele soprou em seus corações e mentes. Como um navio é movido pelas águas pelo vento em popa, assim os escritores bíblicos foram movidos pelo impulso do Espírito.

Consolador/Conselheiro/Ajudador: (Isaías 11:2, João 14:16, 15:26, 16:7) Todas as três palavras são traduções do grego parakletos, do qual temos "Paráclito", um outro nome para o Espírito. Quando Jesus foi embora, os discípulos ficaram muito tristes por terem perdido a Sua presença reconfortante. Entretanto, Ele prometera enviar o Espírito para confortar, consolar e orientar aqueles que pertencem a Cristo. O Espírito também "testifica" com os nossos espíritos que pertencemos a Ele e, assim, garante a nossa salvação.

Convencedor do Pecado: (João 16:7-11) O Espírito aplica as verdades de Deus às mentes dos homens a fim de convencê-los por argumentos justos e suficientes de que são pecadores. Ele faz isso através da convicção em nossos corações de que não somos dignos de estar diante de um Deus santo, de que precisamos de Sua justiça e de que a sentença é certa e virá a todos os homens um dia. Aqueles que negam essas verdades se rebelam contra a condenação do Espírito.

Depósito/ Selo/ Garantia: (2 Coríntios 1:22; 5:5, Efésios 1:13-14) O Espírito Santo é o selo de Deus sobre o Seu povo, Sua reivindicação sobre nós como pertencentes a Ele. O dom do Espírito para os crentes é uma entrada da nossa herança celestial, a qual Cristo nos prometeu e garantiu na cruz. É porque o Espírito nos selou que temos a certeza da nossa salvação. Ninguém pode quebrar o selo de Deus.

Guia: (João 16:13) Da mesma forma em que o Espírito guiou os escritores das Escrituras para registrar a verdade, assim Ele promete guiar os crentes a conhecer e compreender essa verdade. A verdade de Deus é "loucura" para o mundo, porque é "discernida espiritualmente" (1 Coríntios 2:14). Aqueles que pertencem a Cristo têm a habitação do Espírito que nos guia em tudo o que precisamos saber a respeito de assuntos espirituais. Aqueles que não pertencem a Cristo não têm um "intérprete" para orientá-los a conhecer e compreender a Palavra de Deus.

Habitador dos Crentes: (Romanos 8:9-11, Efésios 2:21-22, 1 Coríntios 6:19) O Espírito Santo habita nos corações do povo de Deus, e essa habitação é a característica distintiva da pessoa regenerada. De dentro dos crentes, Ele dirige, orienta, conforta e nos influencia, bem como produz em nós o fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23). Ele fornece a conexão íntima entre Deus e Seus filhos. Todos os verdadeiros crentes em Cristo têm o Espírito residindo em seus corações.

Intercessor: (Romanos 8:26) Um dos aspectos mais encorajadores e confortantes do Espírito Santo é o Seu ministério de intercessão em nome daqueles em quem habita. Porque muitas vezes não sabemos o que ou como orar quando nos aproximamos de Deus, o Espírito intercede e ora por nós. Ele interpreta os nossos "gemidos", para que quando estivermos oprimidos e esmagados pelas provações e preocupações da vida, Ele se aproxime para prestar assistência assim como nos sustentar diante do trono da graça.

Revelador/Espírito da Verdade: (João 14:17, 16:13, 1 Coríntios 2:12-16) Jesus prometeu que, depois da ressurreição, o Espírito Santo viria "guiar em toda verdade". Por causa do Espírito em nossos corações, somos capazes de compreender a verdade, especialmente em assuntos espirituais, de uma maneira que os descrentes não podem. De fato, a verdade que o Espírito nos revela é "loucura" para eles, e não podem entendê-la. Entretanto, nós temos a mente de Cristo na Pessoa do Seu Espírito dentro de nós.

Espírito de Deus/o Senhor/Cristo: (Mateus 3:16, 2 Coríntios 3:17, 1 Pedro 1:11) Estes nomes nos ensinam que o Espírito de Deus é de fato parte da Santíssima Trindade e que é tanto Deus quanto o Pai e o Filho. Ele é o primeiro revelado a nós na criação, quando estava "pairando sobre as águas", denotando a Sua parte na criação, juntamente com a de Jesus, que "fez todas as coisas" (João 1:1-3). Vemos essa mesma Trindade de Deus novamente no batismo de Jesus, quando o Espírito desce sobre Jesus e a voz do Pai é ouvida.

Espírito de Vida: (Romanos 8:2) A frase "Espírito de vida" significa que o Espírito Santo é aquele que produz ou dá a vida, não o que inicia a salvação, mas sim o que concede novidade de vida. Quando recebemos a vida eterna por Cristo, o Espírito fornece o alimento espiritual que é o sustento da vida espiritual. Aqui, novamente, vemos o Deus trino trabalhando. Somos salvos pelo Pai através da obra do Filho, e essa salvação é sustentada pelo Espírito Santo.

Mestre: (João 14:26, 1 Coríntios 2:13) Jesus prometeu que o Espírito iria ensinar os seus discípulos "todas as coisas" e trazer à lembrança as coisas que disse enquanto ainda estava com eles. Os escritores do Novo Testamento foram movidos pelo Espírito para recordar e compreender as instruções que Jesus dera para a construção e organização da Igreja, as doutrinas sobre Si mesmo, as diretrizes para uma vida santa e a revelação das coisas futuras.

Testemunha: (Romanos 8:16, Hebreus 2:4; 10:15) O Espírito é chamado de "testemunha" porque verifica e atesta os fatos de que somos filhos de Deus, de que Jesus e os discípulos que realizaram milagres foram enviados por Deus e de que os livros da Bíblia são de inspiração divina. Além disso, ao dar os dons do Espírito aos crentes, Ele testemunha e confirma a nós e ao mundo que realmente pertencemos a Deus.


Voltar à página principal em português

Quais são os nomes e títulos do Espírito Santo?