O que a Bíblia diz sobre a imigração ilegal?



Pergunta: "O que a Bíblia diz sobre a imigração ilegal?"

Resposta:
Romanos 13:1-7 deixa bem claro que Deus espera que obedeçamos às leis do governo. A única exceção a isso é quando a lei força a desobediência a uma ordem de Deus (Atos 5:29). A imigração ilegal é a quebra de uma lei governamental. Não há nada na Bíblia que sequer insinue que uma nação não possa estabelecer leis de imigração. Portanto, é um pecado, ou seja, rebelião contra Deus, entrar ilegalmente em outro país.

A imigração ilegal é definitivamente um assunto controverso nos Estados Unidos (e em alguns outros países) hoje. Alguns argumentam que as leis de imigração são injustas e até mesmo discriminatórias - dando aos indivíduos justificação para imigrar ilegalmente. No entanto, Romanos 13:1-7 não dá qualquer permissão para violar uma lei só por ser injusta. Mais uma vez, a questão não é a justiça de uma lei. A única razão bíblica para violar uma lei governamental é se ela viola a Palavra de Deus. Quando Paulo escreveu o livro de Romanos, ele estava sob a autoridade do Império Romano, liderado por, talvez, o mais maligno de todos os imperadores romanos, Nero. Sob esse reinado, havia muitas leis injustas ou descaradamente perversas. Ainda assim, Paulo instruiu os cristãos a submeter-se ao governo.

São as leis de imigração dos Estados Unidos injustas? Alguns pensam que sim, mas esse não é o problema. Todos os países desenvolvidos do mundo têm leis de imigração, algumas mais, outras menos, rigorosas do que as dos EUA. Não há nada na Bíblia que proíba um país de ter fronteiras completamente abertas ou de ter fronteiras completamente fechadas. Romanos 13:1-7 também dá ao governo a autoridade para punir os infratores. Quer a punição seja prisão e/ou deportação, ou até mesmo algo mais grave, cabe ao governo determinar isso.

A grande maioria dos imigrantes ilegais nos Estados Unidos vieram com o propósito de ter uma vida melhor, prover para as suas famílias e escapar da pobreza. Estes são bons objetivos e motivações. No entanto, não é bíblico violar uma lei para conseguir algo "bom". Cuidar dos pobres, órfãos e viúvas é algo que a Bíblia nos ordena a fazer (Gálatas 2:10; Tiago 1:27; 2:2-15). No entanto, o fato bíblico de que devemos cuidar dos menos afortunados não significa que devemos violar a lei para fazê-lo. Apoiar, habilitar e/ou incentivar a imigração ilegal, portanto, é também uma violação da Palavra de Deus. Aqueles que procuram imigrar para outro país deve sempre obedecer às suas leis de imigração. Enquanto isto pode causar atrasos e frustrações, estas razões não dão a uma pessoa o direito de violar a lei.

Qual é a solução bíblica para a imigração ilegal? Simples... não faça isso; obedeça às leis. Se a desobediência não é uma opção bíblica, o que pode ser feito em relação a uma lei injusta? Todo cidadão tem o direito de tentar mudar as leis de imigração. Se você tiver a convicção de que uma lei é injusta, faça tudo o que está legalmente ao seu alcance para mudá-la: oração, petição, voto, protestar pacificamente, etc. Como cristãos, devemos ser os primeiros a tentar mudar qualquer lei injusta. Ao mesmo tempo, devemos também demonstrar a nossa submissão a Deus através da obediência ao governo que Ele colocou em autoridade sobre nós.

"Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor, quer seja ao rei, como soberano, quer às autoridades, como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores como para louvor dos que praticam o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos; como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia, mas vivendo como servos de Deus" (1 Pedro 2:13–16).


Voltar à página principal em português

O que a Bíblia diz sobre a imigração ilegal?