Qual é a melhor evidência/argumento a favor do design inteligente?



Pergunta: "Qual é a melhor evidência/argumento a favor do design inteligente?"

Resposta:
A visão científica moderna tem revelado evidências surpreendentes para o design inteligente de várias disciplinas, da biologia à astronomia, da física à cosmologia. O objetivo deste artigo é resumir alguns dos principais argumentos.

Qual é a melhor evidência/argumento para o design inteligente? - Na Biologia

Nos últimos anos, William Dembski tem explorado uma metodologia que se tornou conhecida como o "filtro explicativo," um meio pelo qual o design pode ser inferido a partir dos fenômenos da natureza em certos organismos vivos. O filtro é composto por uma sequência de três perguntas sim/não que orientam o processo de decisão de determinar se um certo fenômeno pode ser atribuído a uma agência causal inteligente. Com base neste filtro, se um evento, sistema ou objeto for o produto da inteligência, então ele vai

1. Ser contingente

2. Ser complexo

3. Apresentar um padrão especificado de forma independente

Assim, a fim de ter certeza de que um dado fenômeno é o produto do design inteligente, ele não pode ser uma regularidade que decorre necessariamente das leis da natureza, nem pode ser o resultado do acaso. De acordo com Dembski, o filtro explicativo destaca a qualidade mais importante dos sistemas projetados de forma inteligente, ou seja, a complexidade especificada. Em outras palavras, a complexidade em si não é suficiente para indicar o trabalho de um agente inteligente; ela também deve estar em conformidade com um padrão especificado de forma independente.

Entre a evidência mais convincente para o design no campo da biologia encontra-se a descoberta da informação digital inerente em células vivas. Como se vê, a informação biológica compreende uma sequência complexa que não se repete e que é altamente especificada em relação aos requisitos funcionais ou da comunicação que realizam. Tal similaridade explica, em parte, a observação de Dawkins de que: "O código de máquina dos genes é estranhamente como o de um computador." O que devemos concluir sobre esta semelhança entre o software de informação – o produto indiscutível da inteligência consciente - e as sequências informativas encontradas no DNA e outras biomoléculas importantes?

Qual é a melhor evidência/argumento para o design inteligente? - Na Física

Na física, o conceito do ajuste fino cósmico dá mais suporte à inferência do design. Esse conceito se refere a uma propriedade singular do nosso universo pela qual as constantes e leis físicas são observadas ao serem equilibradas no "fio da navalha" por permitirem o surgimento da vida complexa. O grau em que as constantes da física devem coincidir com os critérios precisos é tal que um número de cientistas agnósticos concluíram que, de fato, há algum tipo de propósito transcendente atrás da arena cósmica. O astrofísico britânico Fred Hoyle escreveu: "A interpretação de bom senso dos fatos sugere que um super intelecto brincou com a física, bem como com a química e biologia, e que não existem forças cegas das quais valha a pena falar na natureza. Os números que se calcula a partir dos fatos me parecem tão surpreendentes que duvidar dessa conclusão está quase fora de questão".

Um exemplo desse ajuste fino é a velocidade com que o universo se expande. Este valor deve ser delicadamente equilibrado com uma precisão de uma parte em 1055. Se o universo se expandisse muito rapidamente, a matéria iria se expandir rapidamente demais para a formação de estrelas, planetas e galáxias. Se o universo se expandisse muito lentamente, o universo logo iria se desmoronar antes da formação das estrelas.

Além disso, a proporção entre a força electromagnética e a da gravidade tem de ser finamente equilibrada ao nível de uma parte em 1040. Se este valor aumentasse ligeiramente, todas as estrelas seriam pelo menos 40% mais massivas que o nosso sol. Isto significaria que a queima estelar seria muito breve e muito desigual para suportar a vida complexa. Se este valor diminuísse ligeiramente, todas as estrelas seriam pelo menos 20% menos massivas que o sol. Isso as tornaria incapazes de produzir elementos pesados necessários para sustentar a vida.

Qual é a melhor evidência/argumento para o design inteligente? - Na Cosmologia

Com as descobertas modernas no campo da cosmologia, o conceito de um começo definitivo do cosmos foi demonstrado quase fora de questão. O argumento Kalam afirma que

1. Tudo que começa a existir tem uma causa que vai além de si mesmo.

2. O universo começou a existir.

3. Portanto, o universo tem uma causa que vai além de si mesmo.

Sendo assim, podemos concluir a partir dos dados mencionados acima que uma causa não causada primeiro existe fora das quatro dimensões de espaço e tempo, e que possui qualidades eternas, pessoais e inteligentes a fim de obter a capacidade de intencionalmente levar o espaço, matéria- e, na verdade, até mesmo o próprio tempo- a existirem.

Qual é a melhor evidência/argumento para o design inteligente? – Conclusão

Este artigo é apenas um breve resumo de alguns dos principais elementos envolvidos na inferência do design. O objetivo é demonstrar o amplo corpo de suporte para o design inteligente em uma ampla gama de disciplinas, incluindo a biologia, física e cosmologia.


Voltar à página principal em português

Qual é a melhor evidência/argumento a favor do design inteligente?