Como deve um Cristão lidar com esterilidade?



Pergunta: "Como deve um Cristão lidar com esterilidade?"

Resposta:
O problema de esterilidade pode ser muito difícil, principalmente para casais com um grande desejo de ter filhos. Casais Cristãos podem se achar perguntando sobre esterilidade: “Deus, por quê?” Com certeza Deus quer que Cristãos sejam abençoados com filhos, para amá-los, educá-los e para adicionar mais almas ao Seu serviço. Para casais que são saudáveis e já fizeram um checkup médico, um dos aspectos mais devastadores da esterilidade é não saber se sua situação é temporária ou permanente. Se é temporária, quanto tempo vão ter que esperar? Se é permanente, como podem saber disso com certeza e como devem agir?

A Bíblia ilustra o problema de esterilidade temporária em várias histórias:

Sarai (Gênesis 11:3), depois chamada de Sara. Deus prometeu a Abraão e Sara uma posteridade, mas ela já tinha 90 anos quando teve seu filho, Isaque.
Rebeca (Gênesis 25:21). Isaque, seu marido, orou ferventemente, e o SENHOR respondeu; então seu filho Jacó nasceu.
Raquel (Gênesis 30:1). Ela orou e Deus finalmente “abriu a sua madre”, e ela deu à luz a José.
A esposa de Manoá (Juízes 13:2). Ela então deu à luz a Sansão.
Isabel (Lucas 1: 7, 36). Já em sua velhice deu à luz a João Batista, o precursor de Cristo.

A esterilidade de Sara, Rebeca e Raquel (as mães da nação israelita) é significante, pois sua habilidade de finalmente ter filhos foi um sinal da graça e favor de Deus aos seus eleitos. No entanto, casais estéreis não devem achar que Deus está retendo Sua graça e favor, e nem devem achar que estão sendo punidos de alguma forma. Casais Cristãos devem se apegar ao conhecimento de que seus pecados estão perdoados em Cristo e que Deus não vai nunca puni-los por suas transgressões, principalmente por não permiti-los a ter filhos.

Então o que deve um casal Cristão estéril fazer? É bom se aconselhar com ginecologistas e outros especialistas de fertilidade. Tanto o homem como a mulher devem viver um estilo de vida saudável para se prepararem para a gravidez. Ao lermos sobre as mães da nação israelita, podemos ver que elas oraram ferventemente para poderem conceber; portanto, continuar a orar por um filho não deve ser descartado. Primeiramente, no entanto, devemos orar pela vontade de Deus em nossas vidas. Se for da Sua vontade que tenhamos um filho biológico, assim faremos. Se for da Sua vontade que adotemos, criemos ou fiquemos sem filhos, devemos aceitar a vontade de Deus e obedecê-lO de bom grado. Sabemos que Deus tem um plano divino para cada um de Seus amados e também é o Autor da vida. Ele permite ou retém o ato de concepção, de acordo com a Sua vontade. Deus é soberano e possui toda a sabedoria e conhecimento (veja Romanos 11:33-26). "Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto..." (Tiago 1:17). Estar ciente dessas verdades, assim como aceitá-las, vai ajudar bastante a aliviar a dor nos corações do casal estéril.


Voltar à página principal em português

Como deve um Cristão lidar com esterilidade?