Os cristãos devem ir a casas noturnas? São boates um pecado?



Pergunta: "Os cristãos devem ir a casas noturnas? São boates um pecado?"

Resposta:
Para ser franco, os clubes noturnos fazem parte do mundo controlado por Satanás, pois são projetados com a finalidade de entregar-se mais aos desejos pecaminosos. Eles existem principalmente para duas finalidades: o consumo de álcool e conhecer os membros do sexo oposto, na maioria das vezes com a atividade sexual em mente. Sim, há música e dança, mas principalmente os solteiros, em particular, vão a uma discoteca para beber e conhecer alguém. As discotecas são do mundo e embora os cristãos estejam nesse mundo, não devemos fazer parte dele. Ser do mundo significa estar interessado e desejar aquelas coisas que apelam à natureza pecaminosa.

Paulo, falando aos cristãos, aborda a questão das práticas mundanas em Efésios 4:17-24: "Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus, no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade." Aqui Paulo descreve aqueles que excluem Deus e se entregam à sensualidade para a prática de todo tipo de impureza com ganância.

Obviamente, Deus não deseja que nos entreguemos ao pecado tão facilmente e voluntariamente. Observe o que Deus diz aqui: “vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano”. Deus diz que quando nos entregamos à nossa natureza pecaminosa, estamos sendo enganados por nossos desejos. Satanás é um falsificador mestre. Em outras palavras, Satanás apresenta algo que parece ser atraente na superfície. A atração de boates é que são muito agradáveis, divertidas e emocionantes. O que não vemos são as consequências, porque Satanás mantém a atração sensual na frente das nossas mentes. Sexo, álcool e drogas - todos encontrados na maioria das casas noturnas - são muito destrutivos, tanto física como espiritualmente. Deus tem um lugar para o sexo onde é o mais prazeroso - no casamento, onde não há doenças sexualmente transmissíveis, HIV, culpa e solidão - e aqueles que não acreditam em Deus quanto a isso estão prejudicando a si mesmos.

Deus deseja que sejamos justos e santos porque Ele nos criou para ser assim. Os benefícios de viver a vida que Deus deseja excedem em muito as emoções passageiras e mesquinhas que este mundo oferece. Muitos dos que vivem ou viviam esse estilo de vida dizem a mesma coisa- não há alegria, não há satisfação; há apenas o vazio. Só Deus pode satisfazer as nossas necessidades e dar-nos a alegria e a felicidade que todos procuramos. Esse tipo de vida oferece nada mais do que uma imitação barata. Nenhuma alegria duradoura pode ser encontrada em casas noturnas, só a tentação para pecar.

Esses lugares não são para os cristãos. Além das tentações óbvias, há a questão do nosso testemunho cristão no mundo. Quando os incrédulos veem um cristão professo engajando-se em um estilo de vida pecaminoso, Cristo é difamado e humilhado. Devemos deixar nossa luz brilhar diante dos homens para que vejam as nossas boas obras e glorifiquem o nosso Pai que está nos céus (Mateus 5:16). É difícil ver como a luz da nossa nova vida em Cristo pode brilhar em uma boate. Mesmo se o cristão não estiver participando de atividades pecaminosas, o testemunho que ele ou ela representa para o mundo observador apenas por estar lá é destrutivo e deve ser evitado.


Voltar à página principal em português

Os cristãos devem ir a casas noturnas? São boates um pecado?