Por que Deus não dá aos anjos caídos a oportunidade de se arrependerem?



Pergunta: "Por que Deus não dá aos anjos caídos a oportunidade de se arrependerem?"

Resposta:
A Bíblia não aborda especificamente a questão dos anjos caídos tendo a oportunidade de se arrependerem, mas podemos ter uma ideia com base no que a Bíblia revela. Primeiro, Satanás (Lúcifer) era um dos mais elevados anjos, talvez o mais alto (Ezequiel 28:14). Lúcifer – e todos os anjos - estavam continuamente na presença de Deus e tinham conhecimento da glória de Deus. Portanto, eles não tinham desculpa para se rebelarem contra Deus e se afastarem dEle. Eles não foram tentados. Lúcifer e os outros anjos se rebelando contra Deus apesar de tudo o que sabiam foi um mal maior.

Em segundo lugar, Deus não providenciou um plano de redenção para os anjos como fez para a humanidade. A queda da raça humana exigia um sacrifício expiatório pelo pecado e Deus providenciou esse sacrifício em Jesus Cristo. Em Sua graça, Deus redimiu a raça humana e trouxe glória para Si mesmo.

Tal sacrifício não foi planejado para os anjos. Além disso, Deus se refere aos anjos que permaneceram fiéis a Ele como "anjos eleitos" (1 Timóteo 5:21). Com base na doutrina bíblica da eleição sabemos que aqueles que Deus elege para a salvação serão salvos e nada pode separá-los do amor de Deus (Romanos 8:38-39). É claro que os anjos que se rebelaram não foram "anjos eleitos" de Deus.

Finalmente, a Bíblia não nos dá razão para acreditar que os anjos se arrependeriam mesmo se Deus lhes desse a chance (1 Pedro 5:8). Os anjos caídos parecem ser completamente dedicados a se oporem a Deus e atacarem o Seu povo. A Bíblia diz que a severidade do juízo de Deus varia de acordo com a quantidade de conhecimento que uma pessoa possui (Lucas 12:48). Sendo assim, os anjos caídos, com o grande conhecimento que possuíam, são muito merecedores da ira de Deus.


Voltar à página principal em português

Por que Deus não dá aos anjos caídos a oportunidade de se arrependerem?