Devemos amar o pecador mas odiar o pecado?



Pergunta: "Devemos amar o pecador mas odiar o pecado?"

Resposta:
Muitos cristãos usam o clichê "ame o pecador, odeie o pecado". No entanto, temos que perceber que esta é uma exortação para todos nós como seres humanos imperfeitos. A diferença entre nós e Deus no que diz respeito a amar e odiar é muito grande. Mesmo como cristãos, continuamos a ser imperfeitos na nossa humanidade e não podemos amar perfeitamente; nem podemos odiar perfeitamente, quer dizer, sem malícia. Mas Deus pode fazer ambos perfeitamente, porque Ele é Deus! Deus pode odiar sem qualquer má intenção. Por isso, Ele pode odiar o pecado e o pecador de uma forma perfeitamente santa e ainda estar disposto a perdoar amorosamente no momento em que o pecador se arrepende e tem fé genuína (Malaquias 1:3; Apocalipse 2:6; 2 Pedro 3:9).

A Bíblia ensina claramente que Deus é amor e que Deus demonstra amor. Primeiro João 4:8-9 diz: "Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: em que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos." O fato de que Deus pode perfeitamente amar e odiar uma pessoa ao mesmo tempo é misterioso e verdadeiro. Isto significa que Deus pode amá-los como alguém que Ele criou e que Ele pode resgatar; assim como odiá-los por sua incredulidade e vida pecadora. Nós, como seres humanos imperfeitos, não podemos fazer isso, por isso que precisamos nos lembrar de "amar o pecador e odiar o pecado."

Como isso funciona exatamente? Odiamos o pecado ao nos recusar em tomar parte dele e ao condená-lo quando o vemos. Pecado é para ser odiado, não desculpado ou enxergado de modo leve. Nós amamos o pecador quando somos fiéis em testemunhar sobre o perdão que está disponível através de Jesus Cristo. Um verdadeiro ato de amor é tratar alguém com respeito e compreensão, apesar de saberem que você não aprova a sua vida e / ou escolha. Não é amoroso permitir que uma pessoa permaneça preso no pecado. Não é odioso dizer a uma pessoa que estão em pecado. De fato, o exato oposto é verdadeiro.


Voltar à página principal em português

Devemos amar o pecador mas odiar o pecado?