www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Qual é a resposta cristã à violência doméstica?"

Resposta:
A resposta cristã à violência doméstica começa com a Palavra de Deus. O casamento é a primeira instituição que Deus estabeleceu entre as pessoas. Ambos os homens e mulheres foram criados à Sua imagem, como parceiros iguais com papéis distintamente diferentes (Gênesis 1:27). Um homem é para ser o chefe, ou autoridade, de sua família (Efésios 5:23, 1 Pedro 3:1). Com isso vem a responsabilidade de ganhar o respeito de sua família e comunidade. Colossenses 3:19 comanda os maridos a amarem suas esposas e nunca tratá-las severamente.

“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações” (1 Pedro 3:7).

Os maridos devem amar suas esposas como amam os seus próprios corpos. "Porque ninguém jamais odiou a própria carne; antes, a alimenta e dela cuida, como também Cristo o faz com a igreja" (Efésios 5:29). Os homens devem ser líderes-servos, não exigindo autoridade ou submissão, mas tratando suas esposas de tal forma que a submissão torna-se a sua resposta natural. "tal como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (Mateus 20:28).

O abuso de crianças também é fortemente condenado por Deus. Embora a disciplina seja importante, o seu objectivo deve ser o de corrigir e orientar a criança à justiça, e não como uma forma descontar a raiva injustamente. "E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor" (Efésios 6:4).

Colossenses 3:21 diz: "Pais, não irriteis os vossos filhos, para que não fiquem desanimados." Não devemos fazer nada para destruir o espírito dos nossos filhos, ou destruir a sua inocência. Jesus adverte fortemente aqueles que podem causar crianças a tropeçarem ou perderem a fé em Jesus (Mateus 18:06).

As vítimas de violência doméstica precisam ser protegidas, até mesmo temporariamente transferidas a um lugar seguro, se necessário. Se uma mulher estiver sendo abusada por seu marido, ela precisa separar-se enquanto ele recebe tratamento para a sua violência. Uma vez que um conselheiro cristão achar que o casal esteja pronto para se reunir, eles devem fazer todos os esforços para reconciliar e viver em paz enquanto continuam o casamento e/ou aconselhamento familiar.

Isso só é possível se ambas as partes estiverem dispostas a entregarem suas vidas a Cristo e colocarem Deus como o cabeça de sua casa. Eles devem encontrar e se tornar membros de uma igreja cristã local que seja fiel aos ensinamentos bíblicos. Também devem encontrar cristãos espiritualmente maduros que estejam dispostos a discipulá-los individualmente ou em um grupo pequeno. Os benefícios para isso são muitos, inclusive o de prestar contas por suas ações. "O SENHOR é também alto refúgio para o oprimido, refúgio nas horas de tribulação. Em ti, pois, confiam os que conhecem o teu nome, porque tu, SENHOR, não desamparas os que te buscam" (Salmo 9:9-10).

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.