www.GotQuestions.org/Portugues



Pergunta: "Se Jesus pagou o preço por nosso pecado, por que ainda sofremos as suas consequências?"

Resposta:
As Escrituras afirmam: "porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6:23). Cristo pagou o preço pelo nosso pecado. Todos merecemos a morte, que é a pena máxima para o pecado. Todo mundo vai pagar por seu pecado, a menos que venha para Cristo, o qual pagou o preço por nossos pecados com o Seu sangue. Adão e Eva sofreram as consequências do seu pecado ao serem expulsos do Jardim. Em vez de "consequências", devemos enxergá-las como "disciplina".

O escritor de Hebreus diz o seguinte sobre a disciplina e a sua finalidade: "e estais esquecidos da exortação que, como a filhos, discorre convosco: Filho meu, não menosprezes a correção que vem do Senhor, nem desmaies quando por ele és reprovado; porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe. É para disciplina que perseverais (Deus vos trata como filhos); pois que filho há que o pai não corrige? Mas, se estais sem correção, de que todos se têm tornado participantes, logo, sois bastardos e não filhos. Além disso, tínhamos os nossos pais segundo a carne, que nos corrigiam, e os respeitávamos; não havemos de estar em muito maior submissão ao Pai espiritual e, então, viveremos? Pois eles nos corrigiam por pouco tempo, segundo melhor lhes parecia; Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da sua santidade. Toda disciplina, com efeito, no momento não parece ser motivo de alegria, mas de tristeza; ao depois, entretanto, produz fruto pacífico aos que têm sido por ela exercitados, fruto de justiça" (Hebreus 12:5-11)

Deus mostra o Seu amor ao corrigir-nos e/ou usar disciplina para trazer-nos para onde Ele quer que estejamos. O que faz um bom pai quando vê o seu filho se afastando do caminho certo? Ele o traz de volta por meio da disciplina. A disciplina pode vir de várias formas, dependendo da gravidade do delito. Se uma criança nunca for disciplinada ou nunca sofrer as consequências de sua ação errada, ela nunca vai aprender o que é certo.

Sendo assim, por amor Deus disciplina aqueles que são Seus. Se você nunca sofresse a consequência de seu pecado, como saberia quando está fazendo certo ou errado? O salmista diz: "Acaso, não entendem os obreiros da iniquidade? Esses, que devoram o meu povo como quem come pão? Eles não invocam a Deus" (Salmo 53:4). Veja também Salmo 10:11: "Diz ele, no seu íntimo: Deus se esqueceu, virou o rosto e não verá isto nunca." Se Deus não causasse consequências, não aprenderíamos com os nossos erros e nem mudaríamos os nossos caminhos. Deus só disciplina aqueles que são Seus, e Ele faz isso por amor a nós, não para nos prejudicar ou derrubar. É a Sua maneira de dizer: "Meu filho, você está indo na direção errada, está na hora de virar e fazer o que é certo." Se não formos corrigidos quando erramos, então continuaremos no erro.

Deus pagou a penalidade por nossos pecados para que não tenhamos que sofrer a segunda morte, ou seja, o inferno (Apocalipse 20:14). Por causa do Seu amor por nós, Ele nos disciplina e traz de volta ao relacionamento que quer ter conosco. Então, da próxima vez que você achar que está sofrendo as consequências do seu pecado, lembre-se de que é Deus disciplinando por amor.

Por último, atos de desobediência às leis de Deus muitas vezes resultam em consequências temporais que nada têm a ver com a Sua disciplina. Por exemplo, um assassino que vem a Cristo e se arrepende de todo o seu pecado receberá o perdão de Deus no sentido eterno, e ele vai desfrutar de plena comunhão com Deus por toda a eternidade no céu. No entanto, a sociedade em que vive ainda vai exigir que pague o preço por seu crime em um sentido temporal. Ele talvez tenha que passar toda a sua vida na prisão ou até mesmo ser executado por seu crime. Mas, mesmo nessas situações, ainda pode ser muito usado por Deus enquanto espera por sua redenção final e alegria eterna.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.