www.GotQuestions.org/Portugues




Pergunta: "Existe algum pecado que Deus não perdoa?"

Resposta:
Para o filho de Deus verdadeiramente nascido de novo, não há pecado imperdoável. Todos os pecados foram perdoados na cruz para aqueles que pertencem a Cristo. Quando Jesus disse: "Está consumado" (João 19:30), Ele quis dizer que a penalidade de todo o pecado foi paga por completa. A palavra traduzida como "está consumado" é a palavra grega tetelestai. Essa palavra foi usada de várias maneiras. Era usada para carimbar "pago" em um recibo e também era o selo colocado sobre a acusação de um criminoso ao completar a sua sentença. Um tetelestai era pregado na porta da casa do criminoso para provar que ele realmente havia completamente pago por seus crimes.

Você pode ver a aplicação da transação na Cruz entre o Senhor Jesus e Deus Pai. Jesus Cristo satisfez a transação legal e a demanda da justiça de Deus como o pagamento pelo pecado. O Senhor Jesus Cristo se tornou o nosso sacrifício pelo pecado e o "Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" (João 1:29). Quando Cristo ficou separado de Deus Pai por aquelas três horas de escuridão sobrenatural (Mateus 27:45), o acordo foi selado. Como lemos em Lucas, Jesus reuniu-se com o Pai. "Jesus bradou em alta voz: ‘Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito’. Tendo dito isso, expirou" (Lucas 23:46). Sendo assim, todo o pecado foi pago de uma vez por todas.

No entanto, há uma condição para o perdão de Deus do pecado. O homem deve aproximar-se de Deus através do Senhor Jesus Cristo. "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim" (João 14:6). O perdão de Deus está disponível para todos os que se aproximam dEle (João 3:16), mas para aqueles que não acreditam no Senhor Jesus Cristo, não há perdão ou remissão dos pecados (Atos 10:43). Portanto, os únicos pecados que Deus não perdoa nesta era de graça são os pecados daqueles que morrem antes de colocarem a sua fé em Jesus Cristo. Se uma pessoa passa pela vida aqui na terra e nunca se aproveita da provisão que Deus fez através do Senhor Jesus Cristo, ela vai passar a eternidade separada de Deus e, portanto, não será perdoada.

Os crentes nascidos de novo também pecam e quando o fazemos, quebramos a nossa comunhão com o Senhor. No entanto, Deus fez uma provisão para isso. O Espírito Santo que habita em cada crente nos convence de que temos pecado e quando isso acontece, temos uma escolha de responder da maneira correta e renovar a nossa comunhão. Quando uma pessoa nasce de novo e aceita a Cristo como o seu Salvador, não é possível que possa perder a sua vida eterna por causa de suas ações. Podemos perder a nossa comunhão com Deus e a alegria da nossa salvação, mas isso é algo que podemos remediar através da confissão.

A primeira epístola de João é uma carta escrita a crentes e tem informações muito práticas sobre como andar em comunhão. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 João 1:9). Este versículo, quando usado corretamente, torna-se o caminho para restaurar a nossa comunhão quando pecamos. "Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós" (1 João 1:8). Agora, lembre-se, esta é uma carta para crentes nascidos de novo. Deus não tem ilusões sobre nós e a nossa capacidade de pecar, e nem devemos ter.

O "se" no início de 1 João 1:8 e 9 é um "se" de terceira classe no grego e significa "talvez sim, talvez não". Existe uma condição aqui, se "confessarmos". Esta palavra no grego é homologia, o que significa "dizer a mesma coisa ou citar o caso". Homo significa "mesmo" e logia significa "palavra". Significa que concordamos com Deus quanto ao nosso pecado. Entretanto, todo pecado foi perdoado na cruz e, como crentes nascidos de novo, todos os nossos pecados foram perdoados. E porque isso é um fato judicial, precisamos andar na luz e em comunhão porque essa é a nossa posição em Cristo Jesus. "Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado" (1 João 1:7). Isso não nos dá carta branca para continuarmos pecando, ao contrário, os crentes nascidos de novo que estão andando na luz e em comunhão com Deus rapidamente confessarão seus pecados para que possa haver uma comunhão constante e clara com o Senhor.

© Copyright 2002-2014 Got Questions Ministries.