O que é o Confucionismo?



Pergunta: "O que é o Confucionismo?"

Resposta:
O Confucionismo, uma religião do humanismo otimista, tem tido um impacto monumental na vida, estrutura social e filosofia política da China. A fundação da religião remonta a um homem, conhecido como Confúcio, nascido 500 anos antes de Cristo. O Confucionismo lida principalmente com a conduta moral e ética de vida e é muitas vezes classificado como um sistema ético, ao invés de uma religião. Ele enfatiza o terreno, e não o celestial. As doutrinas do Confucionismo se baseiam em:

1. O culto dos ancestrais - veneração dos antepassados falecidos cujos espíritos, assim se acredita, controlam o destino dos descendentes.

2. A piedade filial – devoção, obediência e reverência dos idosos da família pelos membros mais jovens.

Os princípios básicos do Confucionismo são:

1. Jen - a regra de ouro

2. Chun-tai - o homem de virtude cavalheiresca

3. Cheng-ming - a reprodução adequada dos papéis da sociedade

4. Te - o poder da virtude

5. Li – os padrões ideais de conduta

6. Wen – as artes pacíficas (música, poesia, etc.)

O sistema ético do Confucionismo tem muito a ser elogiado porque a virtude é sempre algo altamente desejável, tanto em um indivíduo quanto em uma sociedade. No entanto, a filosofia ética adotada por Confúcio foi uma de auto-esforço, não deixando nenhum espaço ou necessidade para Deus. Confúcio ensinou que o homem é capaz de fazer tudo o que é necessário para melhorar a sua vida e sua cultura, contando com a força dentro de si mesmo para realizar isso. O Cristianismo bíblico, no entanto, ensina exatamente o oposto. Não só o homem falta a capacidade de "limpar a sua vida", ele não é de forma nenhuma capaz de agradar a Deus por conta própria ou de alcançar a vida eterna no céu.

A Bíblia ensina que o homem é inerentemente pecador desde o nascimento (Jeremias 17:9) e incapaz de fazer boas obras suficientes para torná-lo aceitável a um Deus santo e perfeitamente justo. "… ninguém será justificado diante dele por obras da lei" (Romanos 3:20). Simplificando, o homem tem a desesperada necessidade de que um Salvador faça isso por ele. Deus providenciou esse Salvador em Seu Filho, Jesus Cristo, que morreu na cruz para pagar a pena pelos nossos pecados e nos tornar aceitáveis a Deus. Ele trocou a Sua vida perfeita pela nossa vida de pecado: "Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus" (2 Coríntios 5:21).

O Confucionismo, como todas as religiões falsas, conta com as obras e habilidades do homem. Só o Cristianismo reconhece que "todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23), e os seus seguidores confiam apenas em Jesus Cristo, cujo sacrifício na cruz oferece a salvação a todos os que creem em Deus e colocam a sua confiança não em si mesmos, mas só em Deus.


Voltar à página principal em português

O que é o Confucionismo?